Geral

Estágio Vocacional define novos seminaristas

Um clima de expectativa com um pouco de ansiedade tomou conta dos organizadores do Estágio Vocacional e dos próprios jovens estagiários no final de semana do dia 23 e 24 de janeiro, no Seminário Diocesano Rainha das Missões, em União da Vitória, pois o momento era de decisão.

Após uma caminhada fazendo retiros vocacionais no Seminário, e um discernimento profundo por parte de cada um dos jovens, os dois dias de Estágio teve por finalidade ajudá-los a ter uma clareza e uma firmeza maior na decisão que iriam tomar.

Por meio de colocações com temas próprios para o Encontro, pelos momentos de oração comunitária e individual, a convivência com alguns seminaristas já ingressos, os estagiários chegaram a uma conclusão livre e madura, na decisão de então ingressar no Seminário em 2016. Alguns já com formação acadêmica, com trabalhos fixos em suas áreas de formação, sentiram mesmo assim, um desejo que lhes convidou para uma nova opção de vida.

Da esquerda p/ Direita (Nilson Werzel; Diego Kukul; Cristian M. Boniatti; Alex Kapica).

Da esquerda p/ Direita (Nilson Werzel; Diego Kukul; Cristian M. Boniatti; Alex Kapica).

Quem são eles?

Um caso é o do jovem Cristian Majolo Boniatti, de 23 anos, que entrará na Filosofia. Natural de Antônio Olinto – PR, é formado em agronomia. Além de atuar na área por um período em São Paulo, ultimamente trabalhava para uma empresa do ramo, em Pato Branco.

Ainda que, com uma educação religiosa forte em sua casa, Cristian esteve um tempo afastado da igreja por motivos da rotina de estudo e trabalho. “Sou de uma família bem envolvida na Igreja, mas eu mesmo estive afastado por um tempo. Um grupo de jovens em São Paulo me despertou novamente para este convívio, e depois, comecei a sentir um desejo forte dentro de mim para a vida sacerdotal. Senti a necessidade de fazer esta experiência, me lançar, e estou deixando tudo para isso, mas estou bem tranquilo e consciente com relação à minha decisão”, testemunhou ele.

Natural de Mallet, Nilson Ivanor Werzel, também tem uma expressiva caminhada de discernimento. Hoje com 35 anos de idade, Nilson já foi seminarista religioso da Ordem dos Mínimos que possui Casas em Guarapuava, Rio de Janeiro e São Paulo. Passou um tempo em Roma e atualmente lecionava filosofia e sociologia, em São Paulo.

Na busca de seu caminho vocacional, sentiu o desejo de ingressar novamente no seminário, mas agora em sua diocese de origem, União da Vitória. “Nasci em Pinhão, mas me criei aqui na região, minha família é daqui e tenho minhas raízes. A simplicidade do lugar me deixa bem e aqui me sinto bem acolhido”, declarou Nilson, que irá ingressar no 1º Ano de Teologia.

Acadêmico concluinte do 4º Ano do Curso de História, o jovem Diego Kukul de Oliveira irá ser colega de turma do Cristian no Curso de Filosofia. Filho único, natural de General Carneiro, Diego fez 4 retiros vocacionais que o ajudaram a discernir o caminho que em seu coração sente o desejo. O jovem disse que o estágio vocacional foi muito bom para sua decisão. “Mesmo já com o propósito claro de ingressar aqui no Seminário, o Estágio me fortaleceu. Tenho também o apoio alegre de meus pais; eles estão contentes.”, declarou o jovem em conversa com os formadores.

O Seminário Menor também contará este ano com mais um seminarista. Vindo para ingressar no 3º Ano do Ensino Médio, morador de Santo Antônio do Iratim – Bituruna, Alex Kapica, fará companhia para os outros dois seminaristas que fazem o Ensino Médio. Tendo feito três retiros vocacionais, com o Estágio Alex diz que a vontade de ingressar no Seminário aumentou. “Já auxiliava em minha comunidade como Ministro Extraordinário da Comunhão Eucarística, e os retiros vocacionais foram me despertando mais para a vida sacerdotal. Desejo sim entrar para o Seminário”, confirmou o jovem entusiasmado.

Novidade e Continuidade:

O Seminário Diocesano dará início às suas atividades no dia 11 de fevereiro, contando este ano com 14 seminaristas da Diocese. Neste mesmo dia, haverá também a posse do novo reitor do Seminário, padre Evaldo P. Karpinski, e do novo diretor do Instituto, padre Mário Fernando Glaab. Dom Agenor, bispo diocesano, dará a posse na missa das 19hs, na capela do Seminário Diocesano, em União da Vitória.

A esperança e o desejo dos formadores é que todos possam abraçar a causa pela promoção vocacional, desde os leigos, padres, religiosos, o Seminário e todas as Paróquias. “Desejamos melhorar este ano nossa promoção vocacional com um trabalho junto às paróquias. Há vocações por aí, mas, precisamos ir ao encontro delas. Hoje não basta mais esperar”, enfatizou padre Evaldo. “Que Nossa Senhora Rainha e Mãe dos Vocacionados nos auxilie neste trabalho”, concluiu.

Últimos posts por Pe. Marcelo S. de Lara (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Pratos do 2º Festival Gastronômico vão explorar a erva-mate; empresas já podem se inscrever
Anvisa autoriza registro e produção de remédio à base de maconha no Brasil
Rua 21 de Setembro terá mais vagas para estacionamento