Educação e Cultura

Estudantes são-mateuenses vencem competição nacional de aerodesign

Gabriel Setim Porto Alegre (à esquerda) e Thiago Gogola (à direita). Fotos: Divulgação

Os jovens Gabriel Setim Porto Alegre e Thiago Gogola estão entre os vencedores da maior competição nacional de aerodesign, o SAE Brasil, realizado entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro, em São José dos Campos (SP).

Eles, que iniciaram sua vida escolar em São Mateus do Sul, no Colégio Sema, hoje cursam Engenharia Aeronáutica (EESC) na Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos (SP), e integraram as equipes que representaram a USP na competição.

Com objetivo de propiciar o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de Engenharia Aeronáutica entre os futuros profissionais da área, o projeto SAE AeroDesign é um desafio lançado aos estudantes de engenharia, por meio de aplicações práticas e de disputas entre equipes. Na competição, as equipes construíram aviões de controle remoto para participar das provas, aplicando conhecimentos adquiridos em sala de aula e a tecnologia da indústria de aviação.

Os estudantes da USP saíram vencedores em duas categorias. Na micro, que teve a colaboração de Thiago, o projeto EESC-USP Mike ganhou a primeira colocação geral, além das menções honrosas de melhor projeto, melhor apresentação oral e menor peso vazio. Já o avião EESC-USP Alpha, da categoria regular e que contou com o apoio do Gabriel, ganhou a menção honrosa de melhor projeto e o título de campeão – que a EESC-USP não vencia há 13 anos.

Agora eles têm a missão de representar o Brasil nessas duas categorias no SAE AeroDesign East, competição mundial que ocorre ano que vem nos Estados Unidos. “A experiência é realmente incrível. É um consenso que o aerodesign abre portas para a carreira profissional”, destaca Gabriel.

Com a vitória, a equipe foi contemplada com quatro vagas de estágio na Embraer, terceira maior fabricante de aviões comerciais do mundo. Gabriel foi um dos sorteados para ocupar essa vaga, que ajuda a carimbar o passaporte para o mercado de trabalho. “Estou muito feliz e ansioso, porque é um sonho trabalhar na Embraer e vou ter a possibilidade de ‘experimentar’ um pouco do que pode ser minha vida daqui alguns anos”, conclui.

Larissa Drabeski

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Passeata marca início da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla em São Mateus do Sul
Karolinka celebra independência polonesa com evento cultural
SENAC promoverá Feira de Profissões em São Mateus do Sul