A turma formada em 2017 não conseguiu retirar a documentação que comprova o término do curso Técnico em Eletromecânica. (Foto: Acervo Gazeta Informativa)

Ex-alunos do Curso Técnico em Eletromecânica, aplicado no Colégio Integral que está desativado desde 2018, ainda não conseguiram retirar os seus diplomas de conclusão de curso, que foi finalizado no ano de 2017. Familiares e ex-alunos procuraram a equipe da Gazeta Informativa relatando que não tiveram nenhum retorno concreto por parte dos antigos administradores do Colégio Integral e do Núcleo Regional de Educação de União da Vitória, responsável pelas instituições de São Mateus do Sul. “Fomos até o Núcleo, entramos em contato com eles através de ligações e e-mails e até o momento não tivemos nenhum retorno”, informam os ex-alunos que preferem não se identificar. A formatura aconteceu no final de 2017.

Sem o diploma, alguns profissionais chegaram a perder oportunidades de empregos na área. “Sem falar de todo o investimento feito com a educação particular”, apontam. As mensalidades variavam entre R$ 400 e R$ 600, e o curso totalizou 2 anos. “No meu caso, algumas matérias ficaram pendentes por falta de professores. Na parte prática, o Colégio não contava com materiais de níveis técnicos”, diz um ex-aluno, que aguarda a finalização do curso. Os jovens recorreram à ajuda de advogados para cessarem o mais depressa possível as pendências.

De acordo com o Núcleo Regional de Educação, em 2018 o Núcleo conseguiu em caráter excepcional com o Núcleo Regional de Educação de Guarapuava a Implantação da Descentralização do Curso Técnico em Eletromecânica para que os 14 alunos que estavam em curso em 2018 conseguissem concluir seus estudos, sendo que todos estão com seus diplomas e documentação emitidas regularmente.

“Nos casos de alunos desistentes, reprovados em algum tempo ou que não solicitaram sua documentação em tempo hábil durante o funcionamento do Colégio Integral, deverão aguardar o final do processo de cessação de atividades, e a Publicação em Diário Oficial e após isso, se dirigir ao Colégio Estadual São Mateus do município de São Mateus do Sul, para que possa estar solicitando à documentação que lhe confere, com a devida Autorização do Conselho Estadual de Educação”, informa o Núcleo.

O fechamento do Colégio Integral

Em maio de 2018 pais, alunos e funcionários do Colégio Integral – localizado próximo à Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) –, realizaram uma manifestação em frente à instituição exigindo transparência administrativa e também o pagamento dos salários de professores e funcionários da instituição. Na época, a diretora divulgou a venda da instituição. Com o fechamento inesperado do Colégio e o encerramento das atividades pedagógicas, alguns alunos foram remanejados para outras instituições para a continuidade das atividades.

O antigo espaço foi alugado pela Prefeitura Municipal e hoje abriga o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), Iolanda Zene Vila.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
SEMEC promove Semana da Criança à todos os alunos da rede municipal de ensino
Professoras e enfermeiras recebem capacitação em alimentação saudável
Incerteza na distribuição de aulas nos colégios estaduais

Deixe seu comentário

*