Cidade

Expomate mais uma vez não será realizada em São Mateus do Sul

Beepix Imagens

Beepix Imagens

Na última semana, a ACIASMS – Associação Comercial Industrial e Agrícola de São Mateus do Sul trouxe à tona a não realização da tradicional festa do município, já marcada por acontecer a cada dois anos.

No inicio do mês de março, diretoria e associados reuniram-se em prol a discussão do evento e chegaram a conclusão de que o ano não é propício para a realização de tal evento tendo em vista a complexidade econômica que sofre o país, desfavorecendo a organização e realização da festa que foca a erva-mate e traz a cidade inúmeras empresas, opções de entretenimento e shows alusivos a comemoração do aniversário da cidade, já que sua realização acontece em setembro.

No mesmo momento, reunidos junto dos principais empresários e organizadores da Expomate foi discutido a otimização do evento, onde chegou-se a conclusão da possibilidade de mudança de seu período de realização, passando a ser realizada no primeiro trimestre anual, possivelmente já em 2017, sendo considerado momento propício devido a estação climática e período de poderio econômico dos munícipes.

“A última Expomate foi realizada em 2012, seu objetivo cerca a fomentação da indústria e comércio e brindar o aniversário da cidade”, afirma Edson G. Dacoregio, presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola. Ele conclui: “acreditamos que como um ciclo, a Expomate precisa de uma roupagem nova, com objetivos bem traçados. O cenário atual não nos garante um caminho fácil para uma festa com o brilho que São Mateus do Sul merece, por isso vamos repensar.”

A Prefeitura Municipal compartilha do mesmo pensamento da não realização do evento, pois o momento econômico é desfavorável aos cofres públicos. De acordo com o Prefeito Municipal Clovis Ledur, “Estamos totalmente de acordo com a Associação e, diante dessa decisão, o município deve planejar alguma ação ou evento para que o aniversário da cidade não passe em branco. Importante ressaltar que várias cidades estão sendo impedidas de realizar grandes festas e comemorações sob pena de multa pelo entendimento de que os recursos públicos não podem ser usados de forma irresponsável neste momento delicada pelo qual passa a economia de todo o país. Estamos fazendo a nossa parte e agindo com prudência.”

Redação

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Construção da Rua do Mate inicia em dezembro
Conheça mais sobre o Plano de Arborização Urbana do município
70 mil toneladas: São Mateus do Sul é a cidade que mais produziu erva-mate no país em 2018