O casal Zeli e Fernando está aguardando a chegada do pequeno Antônio Carlos, que já sente os efeitos do amor direto da barriga da mãe. (Fotos: Éber Deina/Gazeta Informativa)

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tem afetado a vida e os sentimentos de todos os indivíduos ao redor do planeta. Alguns aspectos do cotidiano e momentos marcantes da trajetória pessoal estão sendo percebidos através de outro prisma, que demanda mais empatia e acolhimento por parte de toda a sociedade. A gestação é um desses momentos especiais, cujas características habituais foram alteradas devido ao isolamento social oriundo da pandemia do Covid-19.

Os aspectos positivos do cenário diferente vivenciado nos últimos meses estão representados em atos de bondade e generosidade demonstrados por muitos cidadãos. Nos últimos dias circularam alguns vídeos nas redes sociais, exibindo maneiras alternativas de se promover ações de boa-fé. É o caso das “chárreatas”, uma maneira mais segura de realizar os tradicionais chás-de-bebês, nos quais o casal da pais é presenteado pelos familiares e amigos convidados.

A “chárreata” reuniu alguns familiares e amigos que manifestaram o desejo de tornar o domingo do casal Fernando e Zeli mais doce.

Esse momento tão especial marca o período no qual o bebê passou dentro do aconchego da barriga da mãe. Em decorrência das medidas de prevenção em saúde, relativas à quarentena ocasionada pelo Covid-19, eventos como os chás não estão acontecendo, devido a aglomeração de pessoas em locais fechados. Um grupo de amigos são-mateuenses seguiu o exemplo das “chárreatas” e promoveu uma atitude bastante inspiradora.

Uma história de pais e filhos

O casal Zeli Caroline Terres e Fernando Santos está aguardando ansiosamente a chegada do pequeno Antônio Carlos. A união matrimonial aconteceu no ano passado e o nascimento do primeiro filho, no cenário de pandemia do coronavírus, exige ainda mais amor e dedicação de ambos. Graças à solidariedade de alguns familiares e amigos, o sentimento vivido pelos dois ganhou cores mais quentes no último domingo (24).

O recolhimento das doações foi realizado visando à prevenção ao Covid-19 e foi um momento de muita emoção para Zeli e Fernando.

A iniciativa foi tomada pela irmã de Fernando, Thaís Santos. Um grupo de amigos e familiares envolvidos percorreu as ruas da Vila Amaral, com os carros decorados com bexigas e adornos, buzinando para comemorar a chegada do menino Antônio Carlos. A ideia de surpreender o casal foi destacada por Jéssica Aline, uma das familiares que participou da ação. “A Thaís organizou tudo e decidimos fazer essa surpresa, pois é um momento que a mãe esperava muito e não pôde realizar. Foi uma atitude simples, mas de coração, que conforta um pouco os anseios da gestante em meio à pandemia”, ressaltou ela.

Surpresas que fazem a diferença

O casal foi até a casa de Thaís, que havia preparado uma decoração e quitutes para o que seria uma celebração normal entre os parentes mais próximos, apenas para não deixar o momento passar em branco. Eles não imaginavam que a carreata com cerca de 12 carros chegaria no local, cuja área externa estava decorada com uma mesa pronta para receber as lembrancinhas e presentes.

O recolhimento foi realizado pelos familiares, tomados os cuidados devido à prevenção ao Covid-19. Além de qualquer oferenda, o ato de solidariedade e amor aqueceram muito a vida dos pais do pequeno Antônio, que desde seus primeiros momentos já sente esses sentimentos reverberarem. Emocionados, eles acompanharam e agradeceram a todos que participaram. O amor sempre vence todas as barreiras.

Os participantes percorreram algumas ruas da Vila Amaral, culminando com a chegada para presentear o casal de pais que espera a chegada do primeiro filho.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
São Mateus do Sul será representado no Miss Trans Paraná 2018
Morador de São Mateus do Sul tem seu conto premiado no Rio de Janeiro
70 anos do Colégio Estadual Duque de Caxias