Religiosidade

Festa da Padroeira será realizada na Paróquia Nossa Senhora Aparecida neste domingo

A festa acontecerá no domingo (14), na Paróquia Nossa Senhora Aparecida e Czestochowa da Vila Nepomuceno. (Foto: Arquivo Paróquia)

Nesta sexta-feira (12), o feriado nacional foi em comemoração à Nossa Senhora da Conceição Aparecida. No próximo domingo (14), acontecerá a tradicional Festa da Padroeira, organizada pela comunidade da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e Czestochowa, na Vila Nepomuceno. A paróquia é a única da diocese de União da Vitória que tem Nossa Senhora Aparecida como padroeira.

As festividades iniciarão às 6h com alvorada festiva; 9h30 Santa Missa e após carretada com a imagem de Nossa Senhora Aparecida e benção dos veículos; 12h almoço com costela, carneiro e leitão assados ao fogo de chão e filé na grelha, com um repleto serviço de bar e cozinha; 13h30 início da parte recreativa com Bingo. O lucro da festa será destinado a construção do novo pavilhão da paróquia.

A aparição da imagem de Nossa Senhora de Aparecida ocorreu em 1717, época das Capitanias Hereditárias. O governante das capitanias de São Paulo e Minas de Ouro estava de passagem pelo Vale do Paraíba, mais precisamente por Guaratinguetá. Animados com a visita, o povo daquela localidade resolveu fazer uma festa de boas-vindas e para isso chamaram três pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso para lançar as redes no rio e pescar bons peixes.

O fato era que, naquela época, meados de Outubro, não era tempo de peixes. Porém, como não podiam contradizer o pedido, rezaram pela proteção e benção da Virgem Maria e de Deus para que pudessem voltar à terra firme com fartura. Depois de inúmeras tentativas sem sucesso, eis que surpreendentemente eles pescaram o corpo de uma imagem. Curiosos, lançaram novamente as redes e “pescaram” uma cabeça que se encaixou perfeitamente ao corpo. Depois deste encontro, que nos dias de hoje é representado em todo o Brasil no dia 12 de outubro emocionando os fiéis, o barco se encheu tanto de peixes que ele quase virou!

A partir daí, a devoção da Santa foi se espalhando. Primeiro nas casas, depois se construiu uma capela, depois uma basílica, até chegar ao quarto maior santuário do mundo, o Santuário Nacional de Aparecida localizado na cidade de Aparecida, interior do Estado de São Paulo.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Celebrações especiais e teatro ao ar livre marcarão a Sexta-feira Santa no município
Grupo El Shamah organiza espetáculo em comemoração aos 14 anos de atividade
Por conta de reforma, celebrações na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro acontecem no Salão Paroquial

Os comentários estão fechados