A 12ª Zona Eleitoral de São Mateus do Sul, está promovendo o treinamento dos mesários que irão trabalhar nas eleições municipais em nossa cidade. (Fotos: Éber Deina/Gazeta Informativa)

A 12ª Zona Eleitoral de São Mateus do Sul, que também abrange o município de Antonio Olinto, está promovendo os treinamentos destinados à equipe de mesários das eleições municipais de 2020. As atividades serão concluídas na próxima terça-feira (27), se tratando de diversas elucidações conduzidas pela equipe do Fórum Eleitoral, acerca das diferentes situações que podem ser vivenciadas no dia do pleito.

Assim como em outras cidades do interior, a realização dos treinamentos está seguindo com rigidez os protocolos de saúde e distanciamento, estando a saúde de todo o eleitorado em primeiro lugar. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informa que o treinamento para os mesários que atuarão nas eleições do país, inclusive a modalidade de capacitação à distância, é de responsabilidade exclusiva da Justiça Eleitoral. Qualquer outra instituição que ofereça curso com esta temática, deverá ser denunciada às autoridades competentes.

ANÚNCIO

Os temas da capacitação

Através da explicação dos servidores da 12ª Zona Eleitoral, auxiliados por ferramentas de vídeo, estão sendo abordados nos treinamentos, diversas temáticas relativas ao exercício da função de mesário nas eleições. Dentre eles, destacam-se o aprendizado relativo à urna eletrônica, o preenchimento de atas de maneira correta, bem como os cuidados necessários à saúde, bastante evidenciados no ano de 2020.

O treinamento dos mesários envolve a explicação de diversas questões, relativas aos procedimentos que devem ser cumpridos com fidelidade e rigor no dia do pleito municipal.

Cumprindo com rigidez os protocolos de saúde e distanciamento, a 12ª Zona Eleitoral está promovendo a capacitação de diversos voluntários, que irão trabalhar nas eleições no ano de 2020.

Outros assuntos englobados no pequeno curso, se referem à totalidade dos procedimentos que devem ser seguidos pelos mesários, em consonância com aquilo que é estipulado pela Justiça Eleitoral do Brasil. O mesário é peça-chave para garantir o correto andamento de uma eleição, atuando desde a recepção dos eleitores, até os trabalhos na seção eleitoral. Qualquer cidadão maior de 18 anos e que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral, pode trabalhar nas eleições. A 12ª Zona saúda a todo o voluntariado são-mateuense!

Envio da prestação de contas parcial das campanhas

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) está chamando a atenção para a sequência do calendário eleitoral em 2020. Da última quarta-feira (21), até o próximo domingo (25), os partidos políticos e os candidatos deverão enviar à Justiça Eleitoral, a prestação de contas parcial, contendo a movimentação financeira e/ou estimativa em dinheiro, do início das campanhas até o dia 20/10.

A urna eletrônica é a principal ferramenta de exercício da democracia no Brasil, devendo ser utilizada com a máxima consciência e responsabilidade por todos os cidadãos.

A plataforma utilizada para tal, será o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), sendo este aspecto eleitoral determinado através da Lei nº 9.504 de 1997. O procedimento tem como objetivo principal, garantir a transparência e a legitimidade dos recursos que são aplicados nas campanhas eleitorais. Com a promulgação da Emenda Constitucional nº 107/2020, o prazo para apresentação da prestação de contas final, ficou delimitado para o dia 15/12/2020. Os dados inseridos no SPCE, relativos à movimentação de campanha, devem ser encaminhados à Justiça Eleitoral através da internet, por meio do próprio sistema.

Trabalhar como mesário suspende o pagamento de benefícios sociais?

Esta informação veiculada nas redes sociais é falsa. Pessoas que recebem benefícios sociais, tais como o auxílio emergencial do Governo Federal e o Bolsa Família, além do Cartão Comida Boa, podem trabalhar nas eleições sem qualquer prejuízo ao apoio oferecido pelo Estado de maneira geral.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Conheça mais sobre o Plano de Segurança Sanitária para as eleições 2020
Avaliação da última legislatura apresenta muitas faltas
Câmara de Vereadores aprova em 1ª votação projeto de lei de atendimento prioritário em estabelecimentos do município