Em meados de 1922, a construção do novo prédio que abrigaria o paço municipal de São Mateus do Sul, seguia a todo vapor. Depois de muitas reuniões e indecisões sobre o local onde seria construído esse novo edifício, o prefeito Paulino Vaz da Silva, deu o seu parecer sugerindo que fosse construído no mesmo local, onde funcionava a antiga prefeitura. Argumentou que seria para poupar gastos com a compra de outro terreno. Aparece na fotografia uma pequena parte do antigo prédio em madeira onde funcionava a prefeitura, sendo demolido ainda naquele ano. Em janeiro de 1922, foram firmados e aprovados os contratos com os responsáveis pela construção. Entre eles os pedreiros, JúlioTimm, Eduardo Theodoro Novicki e Frederico Grose para serviços de carpintaria.

Nesta fotografia em preto e branco, não conhecemos a data exata e nem a autoria, mas temos informações históricas que aconteceu durante o ano de 1922. A foto é do meu acervo pessoal em meio digital. Aproximadamente 40 pessoas não identificadas, entre homens e meninos. Um grupo de escoteiros devidamente uniformizados, alguns meninos com mochilas e trabalhadores da obra. O que esses meninos estavam fazendo naquele local? Supostamente, eles poderiam ter sido chamados para o registro fotográfico, pois funcionava uma escola bem ali ao lado. A figura de um homem trabalhando com o arado, puxado por dois cavalos, destaca-se nessa imagem, levando o observador a voltar para o passado, de quase 100 anos atrás. Um dos escoteiros segura um instrumento musical (tambor), alguns homens se posicionaram para a fotografia e outros meninos se dispersaram no momento da foto. No telhado, dois homens param por um momento para o registro da fotografia. Eles estavam colocando as telhas do modelo “francesa”, que vieram da empresa Magnani & Bisinelli (1921).

Esta seria uma fotografia do cotidiano, mas com uma certa relevância social, pois este prédio em construção, seria o edifício mais suntuoso da cidade que possuía 300 edificações. Naquela época, a sede possuía aproximadamente 1800 habitantes, entre os aproximadamente 15 mil, do total do município. A foto da construção representa o desenvolvimento do município que havia se emancipado em 1908. Até hoje, situa-se na Rua Barão do Rio Branco e abriga o nosso paço municipal com a peculiar arquitetura que destaca-se na paisagem. A inauguração aconteceu em 12 de outubro de 1922, mas estaremos falando mais sobre esse evento em uma próxima fotografia.

Últimos posts por Hilda Jocele Digner (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Linda decoração do clube! Vamos tirar uma fotografia?
Dona Estefânia: a grandeza de partejar!
Retratos de Casamento: o dia especial