Acervo Casa da Memória

Começamos assim: “Eu olhava para aquela antiga casa de madeira e ela olhava para mim”. Lembro dessa casa sempre com as glicínias lindamente enroscadas na varanda. Na fotografia original da década de 1930, essas flores não aparecem, mas durante muitos anos foram elas que chamaram a atenção de quem passava por ali. Essas duas imagens, respectivamente fotografia e pintura, nos mostram a frente dessa casa de madeira em questão. Apresenta uma certa complexidade volumétrica, como denominam os arquitetos e principalmente uma riqueza de detalhes. Prende nosso olhar a delicadeza dos ornamentos da varanda….

Essa casa foi construída originalmente na rua Rodolfo Wolff, número 30. Pertenceu ao casal Carlos Amaral Wolff e Estela de Araújo Wolff. A fotografia é de uma publicação de 1932. Depois de muito anos naquele lugar, a casa (que, passou por algumas enchentes), finalmente foi destinada a não ter o mesmo final como de tantas outras. Foi escolhida para ser a sede do Grupo Escoteiros Paul Harris, localizado à rua Vitório Biancoline, 1067 em São Mateus do Sul. Ela foi transferida para esse novo local em 2015 e atualmente é um belo exemplar da arquitetura em madeira da primeira metade do século XIX, podendo ser visitada ou simplesmente contemplada. Outra moradora e proprietária da casa foi a professora Francisca Hermínia França (Dona Zizi), que morou muitos anos na casa e a imortalizou lindamente na imagem do quadro. A pintura em óleo sobre tela é de 1985.

Ao relatarmos essas memórias através das imagens, podemos mostrar como elas podem auxiliar o historiador no seu trabalho de pesquisa. Também pode ser analisada e trabalhada a memória dos moradores da casa. No campo da arquitetura podemos entrar mais, enfatizando os indícios da presença da imigração polonesa, por exemplo, dos mestres carpinteiros, dos tipos de ornamentos das casas, e várias outras possibilidades de pesquisa.

Terminamos assim… escrevendo sobre a casa.

Últimos posts por Hilda Jocele Digner (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Fotografias de construções: as mãos anônimas
Fotografias e comércio: “A Pharmacia do Seu Quico”
Sociedade-escola Casimiro Pulaski