O quadro de médicos do município conta com apenas uma médica obstetra para o atendimento. (Foto: Julia Roehrig Fotografia/Imagem Ilustrativa)

Na sexta-feira (5), a equipe da Gazeta Informativa recebeu o telefonema de uma são-mateuense que relatou sobre um impasse no atendimento médico às grávidas do município. De acordo com a moradora – que prefere não se identificar – as grávidas com consulta marcada foram dispensadas do atendimento médico logo que chegaram à unidade de saúde na sexta-feira de manhã. “Apenas uma médica atua na obstetrícia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) aqui em São Mateus do Sul, e no momento ela encontra-se de férias. Algo que priorizamos e queremos é o atendimento especializado durante o tempo de férias da profissional”, destaca a grávida. Anteriormente, o doutor Celso Andreacci (em memória) colaborava com o atendimento juntamente com a doutora Karla Patrícia Gonzaga Aguiar, que hoje é a única profissional especializada em obstetrícia no quadro de médicos do município.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as férias da doutora Karla – prevista em lei –, iniciou na segunda-feira (8) e durará 15 dias. “Na sexta-feira (5), a médica estava de atestado devido à uma crise renal durante a madrugada”, explica a equipe de enfermagem responsável pelo atendimento às gestantes. Pelo comunicado do atestado médico horas antes do atendimento marcado às gestantes, as mulheres foram acolhidas pela equipe de enfermagem que explicou e orientou às pacientes que aguardavam o atendimento, remarcando as consultas para outra data disponível. “Em caso de emergência, contamos com o apoio no Pronto Socorro Municipal que possui uma equipe responsável para o atendimento”, explica Marcos Alberto Diedrichs Filho, secretário municipal de saúde. As gestantes em estado de risco também contam com a parceria da Prefeitura Municipal e a Associação de Proteção a Maternidade e Infância (APMI) de União da Vitória.

A equipe informa que nenhum profissional ligado à enfermagem faz o atendimento de responsabilidade médica, apenas a acolhida e orientação. “Em conjunto às diversas áreas atuamos para o bem-estar dos pacientes que procuram o atendimento”, destacam.

Questionado sobre a contratação de mais um profissional obstetra para o quadro de médicos do município, Marcos Diedrichs comenta que por conta dos altos valores gastos com a folha de pagamento dos servidores municipais essa opção não é viável no momento. “Nós contamos com a parceria e apoio dos médicos da família, que são aptos para atender todos os tipos de situações ligadas à saúde”, esclarece.

Mesmo com as opções do atendimento emergencial e de apoio às grávidas durante o período de férias, a gestante são-mateuense enfatiza a importância das consultas de pré-natal para o entendimento do novo ciclo de vida que se inicia. “Só quem já foi mãe sabe da preocupação que temos em ver se o nosso bebê está bem. Sentimos falta de mais médicos atuando na área para podermos tirar as nossas dúvidas e ter a certeza que tudo dará certo”, expressa a gestante.

Exames preventivos

A Secretaria Municipal de Saúde informa que estará realizando no dia 26 de julho, no Ambulatório Dr. Washington Gusso, na Vila Prohmann, exames preventivos, testes rápidos (de hepatite B e C, sífilis e HIV) e atualização da carteirinha de vacinação. A ação inicia às 16h e vai até às 20h.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Puberdade precoce: a antecipação para o início da vida adulta
Outubro Rosa: Ajude a Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Mateus do Sul
Prefeitura de São Mateus do Sul adquire nova ambulância para a frota de saúde do município

Deixe seu comentário

*