Indústria e Comércio

Governador entrega licença ambiental prévia para ampliação das atividades da SIX

Fotos: Arnaldo Alves / ANPr.

Fotos: Arnaldo Alves / ANPr.

O governador Beto Richa entregou nesta quinta-feira (18), no Palácio Iguaçu, a licença ambiental prévia para ampliação da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) da Petrobras, localizada em São Mateus do Sul. A licença entregue ao gerente-geral da SIX, José Alexandrino Machado, e ao prefeito de São Mateus do Sul, Clovis Ledur, permite a ampliação da industrialização do mineral, pesquisa tecnológica e coprocessamento de xisto com pneus usados e borrachas similares.

Emitida pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), a entrega da licença ambiental faz parte de uma série de ações que vem sendo tomadas pelo governo estadual para garantir o funcionamento da unidade no Estado. Com a atual situação financeira da Petrobras, a companhia estuda o fechamento de algumas unidades no País, e a usina de São Matheus do Sul estaria entre elas.

Richa destacou que o Governo do Estado está mobilizado com as lideranças da região para que a SIX continue operando em São Mateus do Sul. “Com a liberação da licença ambiental, damos mais um grande passo. Se havia alguma preocupação da viabilidade de operação desta indústria, a licença permite a ampliação da produção, sem aumentar os riscos ambientais”, afirmou. “Somamos forças com as entidades do setor produtivo, prefeitos e deputados da região para garantir a permanência desta unidade em São Mateus do Sul. É este clima de harmonia que tem possibilitado conquistas ao Estado”, destacou.

A unidade de xisto da Petrobras gera mil empregos diretos e 3 mil indiretos. Atualmente, a unidade recolhe aproximadamente R$ 98 milhões em impostos e royalties. Desse total, R$ 20 milhões ficam em São Mateus do Sul e R$ 60 milhões são repassados ao Governo do Paraná. O prefeito explica que esse valor representa 48% da renda do município, que tem 45 mil habitantes.

BOA HORA – “Pelo contexto da Petrobras neste momento, foi exigido de todas as suas unidades de produção um aumento de sua rentabilidade e desempenho econômico e financeiro”, disse o gerente-geral da Unidade de Industrialização do Xisto. Ele explicou que, a partir de agora, a SIX poderá receber as correntes intermediárias, que são os resíduos do processamento de petróleo, de outras refinarias da Petrobras, além dos resíduos da própria unidade. “Esta licença vem em boa hora, no momento exato de cumprir a missão de aumentar a sustentabilidade da SIX. Com isso, temos possibilidade de contribuir com a geração de caixa da Petrobras, diminuindo o custo de outras refinarias”, ressaltou Machado.

O prefeito de São Mateus do Sul afirmou que a manutenção da empresa tranquiliza os moradores do município. “Assim que soubemos da possibilidade de desativação da unidade, fomos à luta. Conversamos com o Governo do Estadual e com o governo federal, mobilizamos a bancada federal e fomos ao ministério”, contou Clovis Ledur. “Com a licença ambiental será possível aumentar o processamento do lastro oleoso do xisto, que irá garantir a sustentabilidade da refinaria, aumentando o lucro e diminuindo os custos da empresa”.

MOBILIZAÇÃO – Em janeiro, o governador se reuniu com empresários e lideranças políticas do município, que pediam o apoio do Governo do Estado na permanência da unidade da Petrobras. Richa foi então a Brasília no início de fevereiro, acompanhado do prefeito em exercício na época, Clóvis Distéfano, para uma conversa com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. O governador protocolou uma carta pedindo a manutenção da unidade, argumentando que seu fechamento geraria desemprego e impactaria diretamente na economia e nas arrecadações municipal e estadual.

“Todos temos a compreensão do que representa esta unidade para a cidade e toda a região. O grande número de empregos gerados e sua importância para a economia do município”, ressaltou Beto Richa. “Esta unidade é uma conquista de décadas que nós não vamos, de forma alguma, abrir mão que ela continue operando, gerando riquezas e empregos para os paranaenses”, salientou o governador.

LICENÇA AMBIENTAL – A licença é uma das etapas necessárias para a ampliação do aproveitamento de xisto na SIX, gerando a mesma quantidade de resíduos sólidos e o menor impacto ambiental possível. “O documento permite que a empresa produza mais e extraia mais minérios, dando a destinação de seus resíduos sem prejudicar o meio ambiente. Haverá um reaproveitamento para não gerar mais resíduos do que já está sendo gerado”, explicou o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

Mossato contou que o processo de licenciamento estava em análise pelos técnicos do IAP há cerca de quatro meses. Devido à possibilidade de fechamento da unidade, o órgão agilizou a liberação. “Foi um fator importante trabalhar a licença prévia de ampliação para garantir a sustentabilidade da região”, complementou.

Com isso, será permitido o aumento de utilização de lastro oleoso de refinaria de 40 toneladas/dia para 360 toneladas/dia, aumentando a produção de óleo combustível de 608 toneladas/dia para 890 toneladas/dia.

PETROSIX – Instalada em 1972, a unidade está localizada sobre uma das maiores reservas mundiais de xisto e sua produção atende aos mercados do Paraná, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A Petrobras extrai petróleo e gás do xisto betuminoso na formação Irati, em São Mateus do Sul, pela subsidiária Petrosix. A produção é de aproximadamente 8 mil barris de petróleo de xisto por dia.

O xisto betuminoso é uma rocha rica em material orgânico. Em suas camadas é possível encontrar óleo semelhante ao derivado do petróleo. As atividades da usina têm impacto sobre a vida de 16 mil pessoas, mais de um terço da população de São Mateus.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade a vice-governadora Cida Borghetti; o secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra; o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ricardo Soavinski; o vice-prefeito de São Mateus do Sul, Clóvis Distéfano, e os deputados estaduais Hussein Bakri, Márcio Nunes, Alexandre Curi e Maria Victoria Barros, além de lideranças do município.

Fonte: AENPr

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Palestra “Ser Empreendedor” é promovida pelo CONJOVE de São Mateus do Sul
Ofertas de emprego no comércio são-mateuense aumentam em 58% de janeiro a julho de 2017
Parada da SIX abre cadastro para profissionais de São Mateus do Sul

Os comentários estão fechados