Cidade

Greve dos petroleiros é suspensa após aumento de multa

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) decidiu suspender a greve da categoria nesta quinta-feira (31) e orientou os demais sindicatos a tomarem a mesma decisão. A decisão foi tomada após  o Tribunal Superior do Trabalho (TST) aumentar a multa de R$ 500 mil para R$ 2 milhões por dia de paralisação.

“A decisão do TST é claramente para criminalizar e inviabilizar os movimentos sociais e sindicais. Diante disso, a FUP orienta os sindicatos a suspenderem a greve. Um recuo momentâneo e necessário para a construção da greve por tempo indeterminado, que foi aprovada nacionalmente pela categoria. Essa grave violação dos direitos sindicais será amplamente denunciada.”, refutou a categoria em nota divulgada hoje.

Os petroleiros decretaram greve de 72 horas, que teve início à meia-noite de quarta-feira. A categoria reivindicava mudanças na política de preços da Petrobras e também criticava o presidente da estatal, Pedro Parente.

O Sindipetro do Paraná e de Santa Catarina informou que decidiu, em assembleia realizadas às 23h de quarta-feira, pela suspensão da greve e retorno das atividades a partir das 7h30 desta quinta.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Manifestação pede justiça pela morte de Felipe Wassosniki
Descarte de lixo eletrônico
Praça da Vila Americana é revitalizada por grupo de moradores