Educação e Cultura

Grupo de dança Resgate Gaúcho organiza espetáculo em São Mateus do Sul

A festividade marcou o encerramento do “Setembro Gaúcho”, promovido pelo grupo. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

“Família”: essa palavra resume a união encontrada em cada aluno do grupo de dança Resgate Gaúcho, que desde agosto de 2015 traz para perto dos jovens um pouco mais sobre a cultura da dança gaúcha. Atualmente, cerca de 112 dançarinos frequentam as aulas realizadas no Centro da Juventude Laurival Kwiatkowski Mayer (Ceju). As aulas acontecem de forma voluntária através dos professores Diego José Vaz Popoaski e a esposa Ingrid Ramos, que além de dedicar tempo, compartilham muito carinho por todos os alunos.

No sábado (29/09), aconteceu o espetáculo que finalizou as festividades realizadas no “Setembro Gaúcho”. Nomeado de “Amor pela Tradição”, esse é o segundo espetáculo organizado pelo grupo. Durante o mês, os participantes organizaram diversos tipos de atividades que fixaram ainda mais a cultura gaúcha na vida dos alunos: houve a II Gincana Gauchesca, avaliação teórica e tradicionalista, apresentações pela cidade e o espetáculo que fechou com chave de ouro todos esses eventos. “Esse mês contamos com apresentações importantes em nossa cidade e fora dela também. Foi muito bonito ver o desempenho dos alunos, pois nas avaliações tradicionalistas eles aprenderam alguns ritmos de dança por conta própria, sem o nosso auxílio”, conta Diego.

Os alunos se dividiram em quatro equipes nomeadas de: Asas da Querência, Elite Gaúcha, Guerreiros dos Pampas e Anunciantes Gauchescos. Vários desafios foram lançados, dentre eles a criação do mascote do Resgate Gaúcho. A equipe Elite Gaúcha venceu a gincana e foi a criadora do “Pé de Pano”, que agora representará o grupo como mascote.

O sábado de espetáculo reuniu familiares e amigos de todos os alunos, que prestigiaram as apresentações de dança do Resgate Gaúcho nas diversas músicas e estilos. O grupo “Matiando a Tradição”, de Castro – Paraná, também abrilhantou o espetáculo com a cultura regionalista dançada pelos membros do grupo.

As atividades encerraram com a nomeação dos padrinhos do Resgate Gaúcho, e agora Marta Centa, Rozeli Ferreira Oleinik, Natalio Camargo e Cláudia Burdzinski são oficialmente os apoiadoras do projeto cultural.

Não é só o resgate pela cultura gaúcha que é repassado pelo grupo, mas sim a instrução para aprender a lidar com a vida e as inúmeras barreiraque elas podem apresentar um dia. “Além da interação com os colegas, a expressão corporal, fisionômica e toda parte cênica fazem com que eles levem isso para a vida, tornando-os menos retraídos em algumas situações”, ressalta o professor.

As aulas acontecem todo sábado, no Ceju. Contatos no telefone: (42) 98809-4718 falar com o Diego, ou diretamente no 3532-5761, no Centro da Juventude do município. Os números dos telefones também se estendem à convites para apresentações do grupo. “Nosso objetivo é por meio da dança, tirar os jovens e crianças dos riscos que podem correr nas ruas, ou até mesmo trancados dentro dos seus quartos em seus celulares. Não focamos em concursos ou algo do tipo, apenas queremos mostrar que a dança pode ser algo essencial na vida”, afirma o professor.

As apresentações emocionaram o público presente, que acompanhou o II Espetáculo feito pelo grupo. O tema para as apresentações era “Amor pela Tradição”.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Encerrada com chave de ouro as festividades do mês polonês
Eleições definirão novos diretores da rede municipal de ensino em São Mateus do Sul
SENAC promoverá Feira de Profissões em São Mateus do Sul