Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Grupo Jovens Unidos em Cristo (JUC) completa 10 anos

O principal grupo de jovens completa 10 anos de atividades em São Mateus do Sul.

Tudo começou através da movimentação de alguns jovens, moradores da Vila Amaral, que motivaram-se em prol às atividades católicas de sua comunidade e reuniram-se objetivando a criação de um grupo de amigos que pudesse vir a colaborar com a mesma. Mal imaginavam eles, que partindo de uma singela ideia, aquele pequeno grupo composto pelos jovens: Leandro Prohmann, Jaine Prohmann, Guilherme Prohmann, Victor Silveira, Vinicius Silveira, Thays Silveira e Thyago Silveira, pudesse mudar o sentido da vida de centenas de crianças e adolescentes, e porque não de toda a comunidade são-mateuense!

Criado em 17 de junho do ano de 2007, na capela de Nossa Senhora dos Navegantes na comunidade da Vila Amaral e motivado por um grupo de pais e membros da capela, para que a Pastoral da Juventude fosse ativada naquela comunidade; assim nasceu o grupo que reunia-se todos os domingos após a missa e que já no segundo encontro em 2007, tomou-se a decisão de chamar-se JUC (Jovens Unidos em Cristo).

Hoje, presidido por Douglas Lara, desde o ano de 2009, jovem este que iniciou sua participação no grupo a convite dos amigos precursores e hoje lidera brilhantemente a todos os jovens que inspiram-se na sua consciência cidadã, profissional e ética. Lara comenta, “sendo o presidente nesse tempo posso dizer que a quem diga que a evolução do JUC vem da minha liderança, mas a minha liderança emana dos jovens, que me moldou tão quanto eles. Por tanto, juntos com alguns veteranos que temos até hoje e alguns que já saíram, que sempre estiveram na composição do grupo nas decisões, porque embora pareça que tudo sai de mim, isso não procede, esses veteranos que entraram no JUC antes do que eu e até alguns após hoje compõem uma diretoria chamada Autobot, onde ‘decidimos e botamos para rodar’, por isso posso dizer que o JUC nada mais é do que uma lapidação constante de Deus. Eu só tenho a agradecer a todos os jovens e a todas as pessoas que nos ajudaram a construir essa história, seria impossível fazer tudo isso sozinho! Agradecer a Deus por tamanho privilégio e tamanha Missão. Isso é alegria pura, coisa que não se explica e aquilo que não se explica é o amor, e o amor vem de Deus!”

O grupo é formalizado em termos legais de estatuto, atas e diretoria, e tem como principais objetivos: Evangelizar e promover a fé dos jovens católicos de toda comunidade da cidade, os arrebanhando para o caminho de Deus, integrando e dinamizando as ações da juventude católica pertencente à comunidade e a cidade promovendo os vínculos de solidariedade e cooperação entre os membros da comunidade católica e das pastorais propiciando uma abertura cada dia maior para o jovem na igreja e na sociedade, além de representar a juventude católica pertencente à comunidade da Paróquia São Mateus nas assembleias e apoiar Organizações Não Governamentais (ONGs) e movimentos sociais que possuam vínculo com a igreja e objetivo do bem comum ao próximo.

“O objetivo de um grupo, como o JUC é sempre despertar os jovens para a pessoa e a proposta de Jesus Cristo, desenvolver com eles um processo de construção a partir da fé para formar líderes capacitados a atuarem na própria comunidade, em outros movimentos pastorais da igreja e em seu meio específico, comprometidos com a libertação integral do homem e da sociedade, levando uma vida de comunhão e participação”, destaca o pároco José Carlos Emanoel dos Santos.

Hoje, cerca de 97 jovens já crismados –critério para participar do grupo – fazem parte do JUC e reúnem-se semanalmente aos sábados, precisamente às 18 horas na sala verde limão (cor elencada como representativa ao grupo) localizada na estrutura superior do salão paroquial da Paróquia São Mateus. Os jovens se encontram para partilhar e celebrar a vida, as lutas, sofrimentos e cultivar a amizade a partir de uma formação integral e mística. São jovens motivados pela fé, atuando dentro da comunidade a serviço da organização e animação, inseridos nos movimentos comunitários, que lutam em defesa da vida e da dignidade humana. Assim constroem e registram sua história, criando unidade na diversidade. Jovens felizes, apaixonados, motivados pela fé que encaram a vida com potencial criativo, valorizando a arte, dança, poesia, música, sonhos e amor pela causa do reino como forma de encontro em suas diversas realidades para anunciar o Cristo Ressuscitado e o seu projeto de vida, desenvolvendo as potencialidades e despertando na juventude a consciência de seu papel na história e sociedade.

Ao longo dos 10 anos de história, cerca de 1.500 jovens participaram do grupo e levaram para suas vidas, as experiências vivenciadas, as amizades conquistadas e a solidariedade adquirida. Muitos foram os casais que ali nasceram e se solidificaram enquanto famílias. Muitos foram os jovens que deixaram de participar das atividades por motivos de trabalho, faculdade, mudança, mas nenhum das centenas que por ali passaram deixaram de sempre estar presente, uma vez JUC, sempre JUC! Levando o bem e fazendo o bem, não importa onde, não importa quando e a quem.

Hoje o grupo JUC é precursor de várias atividades e ações em São Mateus do Sul, destacam-se a produção e desenvolvimento da encenação da Paixão de Cristo, a tradicional apresentação da quadrilha JUC – a qual apresentam-se voluntariamente em boa parte das festas juninas e julinas da comunidade, participação voluntária em várias festas comunitárias, beneficentes e solidárias.

No decorrer de 2017, ano alusivo e comemorativo aos 10 anos do grupo, várias atividades estão já agendadas para serem realizadas em prol ao aniversário, dentre elas, destacam-se a cerimonia de aniversário realizada no último sábado (17), data do aniversário do grupo, ocorrida no Salão Paroquial da Igreja São Mateus durante a Festa Junina das catequeses da paróquia, onde foi lançado o vídeo oficial do grupo em homenagem aos 10 anos; a realização do jantar de confraternização datado para o mês de novembro; sessão solene na câmara dos vereadores; festa junina do grupo e uma provável encenação de um Auto de Natal aos moldes de uma super produção como a Paixão de Cristo, além de diversas outras ações e eventos surpresa para a comunidade são-mateuense.

“Todo grupo de jovens católicos tem como missão anunciar e testemunhar o Reino de Deus, movida pela proposta libertadora de Jesus Cristo e animada pelo Espírito Santo, buscando concretizar a civilização do amor. A identidade desses grupos está refletida principalmente, no jeito de ser, fazer, celebrar, valorizando o potencial criativo dos jovens”, conclui José Carlos Emanoel dos Santos.

Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: