Educação e Cultura

Grupo Karolinka recebe moção de aplausos da Câmara

Foto: Hugo Lopes

Foto: Hugo Lopes

O grupo Folclórico Polonês Karolinka, recebeu das mãos da vereadora Marta Centa, na 4ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de São Mateus do Sul, realizada na segunda-feira (13), uma moção de aplausos, pela passagem dos 25 anos de fundação e atuação do grupo. A Moção de Aplausos foi proposto pela vereadora Marta e assinada por todos os vereadores.

Na oportunidade, Marta leu um histórico do grupo Karolinka e suas realizações ao longo desses 25 anos, destacando o quanto o grupo levou o nome de nossa cidade para o Brasil e o mundo.

O vereador Omar Picheth destacou a luta e valor dos membros do grupo e a valorização da cultura através de todos que passaram ao longo desse tempo pelo Karolinka. “É um grupo feito de heróis da nossa cultura, feita por pessoas que realmente deram o sangue pelo sonho”, diz.
A vereadora Fernanda Sardanha parabenizou o grupo pela trajetória histórica e também pelo resgate, cuidado e orientação das nossas crianças. “Temos que o mais breve possível aprovar o Funda Municipal para a Cultura”, destaca.

Já o vereador Eduardo Benedetti Pedroni deu parabéns ao grupo e pela iniciativa da Marta. “Obrigado por darem o sangue e toda a dedicação para levar a cultura polonesa e São Mateus do Sul para todo o território nacional. Já dancei com grupo polonês na cidade de onde vim”, comenta.

O vereador Miguel Magnani também parabenizou o grupo. “Só queria que apesar do nome, tenho descendência polonesa e fico grato por levarem São Mateus do sul para fora daqui”.

O vereador Nereu Edmundo Dal Lado, lembra que em 1993 quando foi vereador, fez a lei que tornou o grupo Kalorinka como entidade de Utilidade Pública. “É um grupo que dá orgulho e representa quem é e quem não é da terra. Vi outro dia na televisão a história de como a Rússia e a Alemanha tentaram e não destruíram os poloneses. Temos que saudar aqueles poloneses que vieram aqui e o que fizeram por esta terra, deram literalmente o sangue e hoje temos este belo município. Não devemos nunca esquecer a nossa colonização. Sabemos que a cultura e o esporte em municípios como o nosso é levado nas costas, e sei bem disso, pois os títulos que temos na bocha, até campeões sul americanos fomos, mas tudo com recursos do nossos bolsos. O político fala muito da cultura e do esporte antes das eleições, e depois nada. É uma vergonha e nossa Casa de Leis deverá mudar isso. Agradeço a presença de todos os membros que representam o Karolinka, aqui hoje”, conclui.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Prefeitura de São Mateus do Sul oferece oficinas gratuitas de violão
Festa Junina que reuniu todos os CMEI’s de São Mateus do Sul no Parque Municipal de Exposições foi um sucesso
Jovem são-mateuense de 18 anos publica livro independente de poesia