Educação e Cultura

Grupo Karolinka recebe moção de aplausos da Câmara

Foto: Hugo Lopes

Foto: Hugo Lopes

O grupo Folclórico Polonês Karolinka, recebeu das mãos da vereadora Marta Centa, na 4ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de São Mateus do Sul, realizada na segunda-feira (13), uma moção de aplausos, pela passagem dos 25 anos de fundação e atuação do grupo. A Moção de Aplausos foi proposto pela vereadora Marta e assinada por todos os vereadores.

Na oportunidade, Marta leu um histórico do grupo Karolinka e suas realizações ao longo desses 25 anos, destacando o quanto o grupo levou o nome de nossa cidade para o Brasil e o mundo.

O vereador Omar Picheth destacou a luta e valor dos membros do grupo e a valorização da cultura através de todos que passaram ao longo desse tempo pelo Karolinka. “É um grupo feito de heróis da nossa cultura, feita por pessoas que realmente deram o sangue pelo sonho”, diz.
A vereadora Fernanda Sardanha parabenizou o grupo pela trajetória histórica e também pelo resgate, cuidado e orientação das nossas crianças. “Temos que o mais breve possível aprovar o Funda Municipal para a Cultura”, destaca.

Já o vereador Eduardo Benedetti Pedroni deu parabéns ao grupo e pela iniciativa da Marta. “Obrigado por darem o sangue e toda a dedicação para levar a cultura polonesa e São Mateus do Sul para todo o território nacional. Já dancei com grupo polonês na cidade de onde vim”, comenta.

O vereador Miguel Magnani também parabenizou o grupo. “Só queria que apesar do nome, tenho descendência polonesa e fico grato por levarem São Mateus do sul para fora daqui”.

O vereador Nereu Edmundo Dal Lado, lembra que em 1993 quando foi vereador, fez a lei que tornou o grupo Kalorinka como entidade de Utilidade Pública. “É um grupo que dá orgulho e representa quem é e quem não é da terra. Vi outro dia na televisão a história de como a Rússia e a Alemanha tentaram e não destruíram os poloneses. Temos que saudar aqueles poloneses que vieram aqui e o que fizeram por esta terra, deram literalmente o sangue e hoje temos este belo município. Não devemos nunca esquecer a nossa colonização. Sabemos que a cultura e o esporte em municípios como o nosso é levado nas costas, e sei bem disso, pois os títulos que temos na bocha, até campeões sul americanos fomos, mas tudo com recursos do nossos bolsos. O político fala muito da cultura e do esporte antes das eleições, e depois nada. É uma vergonha e nossa Casa de Leis deverá mudar isso. Agradeço a presença de todos os membros que representam o Karolinka, aqui hoje”, conclui.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Consulado do Coritiba em São Mateus do Sul faz entrega de materiais ao Adolescentro
Alunos se reúnem em grupo de estudos para se prepararem para os vestibulares e contam com a ajuda de professores voluntários
Karolinka retorna do Festival de Joinville com sensação de dever cumprido