Os títulos de eleitor dos cidadãos são-mateuenses Tadeu Hetka e Sophia Janovski Zimny, expedidos ainda na década de 1950, foram doados ao acervo histórico da Justiça Eleitoral local pelos familiares. (Fotos: Éber Deina/Gazeta Informativa)

O exercício da democracia é uma nobre missão atribuída a todos os indivíduos. O voto é a consumação máxima deste conjunto de práticas e ideias que regem nossa vida, e também, o sistema eleitoral brasileiro. Nos últimos meses, o leitor da Gazeta Informativa acompanhou uma parceria entre a redação e a 12ª Zona Eleitoral de São Mateus do Sul, através de reportagens de cunho explicativo, acerca das várias características do calendário eleitoral de 2020.

No próximo domingo (15), o principal evento relacionado à política municipal, encerrará as atividades relativas ao pleito. A redação da GI agradece à parceria e colaboração de toda a equipe do Fórum Eleitoral de São Mateus do Sul, cuja dedicação permitiu a concretização de um espaço elucidativo, apartidário e democrático. Você leitor pôde acompanhar as principais informações eleitorais em um ano onde a pandemia de Covid-19 promoveu diversas alterações no modo de vida de todos. Agora é com você eleitor, faça a sua parte!

Homenagem

Nesta semana que antecede as eleições, a Justiça Eleitoral de São Mateus do Sul homenageia todos os eleitores locais e ressalta a importante missão que terão no próximo dia 15 de novembro. Dois cidadãos são-mateuenses deixaram seus títulos na 12ª Zona Eleitoral, expedidos ainda na década de 1950. Os registros serão utilizados como ferramenta de preservação da nossa história e de acordo com a equipe do Fórum, serão emoldurados e preservados.

A presença nas eleições era registrada no verso do Título de Eleitor, e o tamanho do documento era maior do que
o formato utilizado atualmente.

A preservação e valorização de nosso passado, caminha paralelamente com o desenvolvimento de uma sociedade mais capaz de compreender suas características e particularidades.

Os documentos serão emoldurados e fixados na Central de Atendimento do Cartório Eleitoral, para aqueles que desejarem conhecer mais sobre as características do sistema político brasileiro antigamente.

Os títulos pertencem ao senhor Tadeu Hetka, expedido no ano de 1956, e à senhora Sophia Janovski Zimny, expedido no ano de 1957. O Cartório Eleitoral presta uma homenagem especial a estes eleitores, e também aos familiares que auxiliaram na conservação e disponibilização dos documentos, para que os mesmos sejam utilizados com intuito educativo.

Ferramenta da história

De acordo com a equipe do Fórum, os documentos serão emoldurados e permanecerão na Central de Atendimento do Cartório Eleitoral, para aqueles que tiverem interesse em conhecer mais sobre as características do sistema eleitoral brasileiro na época. Os registros de presença no pleito eram realizados no verso do Título e as dimensões e formato do objeto, também eram bastante diferentes das atuais.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Eleição para prefeito, vice e vereadores acontecerá em 2020
Fernanda Sardanha é eleita a primeira prefeita da história de São Mateus do Sul
Cartório Eleitoral de São Mateus do Sul convida cidadãos para exercer funções voluntárias nas eleições 2020