Geral

HOMENAGEM: Sete anos de exemplo de muito amor

Maria Carolina Franco ensinou para muitas pessoas o que é o amor. Ela se preocupava com todos durante seu dia a dia. Uma dócil menina que jamais estava triste diante de sua família, amigos e amigas. A Carolzinha não era uma simples criança, mas sim diferenciada. Seus pensamentos eram de pessoa adulta, sempre se preocupava com o próximo. Quando presenteava alguém, ela iria correndo perguntar se tinha gostado do presente que ofereceu. Por mais grandioso ou valioso que fosse esse presente, nada superava o valor daquele sorriso lindo que ela possuía. Um sorriso encantador cheio de amor. Em seus vários gestos de caridade, sempre demonstrou simplicidade. Afinal, o que levaremos dessa vida, além da missão que nos foi dada? A Carol sabe, cumpriu sua missão, e deixou claro para todos que a conhecem, que o amor, na maior simplicidade que seja, é o essencial para tornar nossos dias mais felizes. A Carolzinha passou por aqui durante sete anos, e nessa jornada ela viveu com pessoas incríveis, que se apaixonavam a cada minuto por ela.

Igual a outras crianças, a Carol brincava, chorava, e tinha sua comida preferida. Mas diferente de todas, ela recebeu a missão mais difícil até mesmo cientificamente comprovada. Nossa menininha não perdeu para o câncer, ela venceu sua vida, era uma princesa do sorriso contagiante. Todos que em algum momento tiveram a honra de estar ao lado dela, sentiram o amor de Deus dentro do Coração da Carolzinha. Sua família, seus pais sempre estavam ao lado dela, sua madrinha era a segunda mãe, se preocupando com todos afazeres da princesa Maria Carolina. Jamais deixaram de retribuir o amor recebido, o sorriso engrandecido e os gestos de carinho.

Deus nunca nos abandona, Ele sempre nos ensina, ajuda, e acolhe como filhos e filhas. Durante sua proteção de 24h por dia, envia anjos para ficar de sentinelas nos cuidando. São anjos que não conseguimos avistar a olho nu. Mas Deus em sua infinita bondade envia Anjos que somos capazes de enxergar. A Carol foi, é e sempre será nossa anjinha protetora, sete anos passaram durante toda missão da anja aqui na terra. Agora a eternidade é que aguarda o reencontro de todos que a conheceram. Não temos dúvidas que um dia iremos reencontrar nossa princesa, e esse dia será uma das maiores festas que o céu irá receber. A festa da anjinha, princesinha, rainha, Maria Carolina. Eternamente em nossos corações, te amamos, e nos proteja aí de cima!

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Acadêmicos formados pela UNIUV recebem diploma no ato da colação de grau
Espetáculo “Paixão de Cristo” estreia no Domingo de Ramos em São Mateus do Sul
Dr. Eduardo divulga nota de repúdio após papéis serem espalhados com acusações pelo Centro da cidade