Todos os presentes na reunião ao final da Assembleia. (Fotos: Hugo Lopes Júnior/Gazeta Informativa)

O Hospital e Maternidade Dr. Paulo Fortes de São Mateus do Sul realizou na tarde do dia 3 de fevereiro, uma Assembleia Geral Extraordinária, nas dependências do Centro da Juventude. Seguindo o estatuto a reunião, marcada para às 18h, em 1ª Chamada, que necessita ter a presença de 50% dos sócios, mais um. Como não houve quórum necessário, precisava ter 72 presentes (hoje são 141 sócios aptos a votar), então aguardou-se mas 30 minutos para em segunda chamada realizar a assembleia com qualquer número de sócios. A reunião iniciou com 19 sócios e terminou com 23 sócios presentes, com início dos trabalhos com a presidente Márcia Schimdt.

A primeira pauta da reunião modificou a data da próxima eleição para a diretoria executiva, que seria na primeira semana de junho, para a primeira semana de março. Os presentes aprovaram por unanimidade mudança da data, que ficou para o dia 03 de março. E ao final da Assembleia já foi aberto o edital para as próximas eleições.

A segunda pauta da reunião foi para modificação em determinados trechos do estatuto do Hospital. Cada trecho ou palavra que necessitava ser modificada foi votado isoladamente, explicado como era e como ficou, e por quê da modificação. Segundo a direção do Hospital, que também dirigiu a reunião, essas modificações foram necessárias para adaptar diversos termos que estavam ultrapassados, pois o estatuto é muito antigo, e agora passou pela 10ª modificação. Foi convocada uma comissão para essa modificação do estatuto, composta por dois membros da diretoria executiva, dois representantes do corpo clínico e uma funcionária do administrativo. Foram adaptações de termos e palavras modernizando o estatuto, e incluindo determinadas normas já existentes e que já são seguidas pelo Hospital, mas não constava no estatuto. Modificações como, sócio que não paga a mensalidade por seis meses poderia ser excluído, passou a ser excluído automaticamente. Que membros da diretoria não exerçam cargo político eletivo ou comissionado, isso faz com que o Hospital perca o status de filantrópico e perca verbas diversas e isso inclui parentes em primeiro grau também (como pai, mãe, esposa, filhos), que já era seguido, mas não constava no estatuto. Que os sócios não possam denegrir a imagem do hospital, seja em meios digitais ou impressos. Que o hospital possa divulgar editais e comunicados por meios eletrônicos, quando foi feito a última modificação do estatuto, não contemplava a divulgação na internet. Também que o Conselho Deliberativo que no estatuto constava com mandato de três anos, quando a diretoria é de dois anos, então passou a ser por dois anos também. Que a diretoria para diferenciar da diretoria clínica, passou a se chamar diretoria executiva. Também ficou estabelecido que qualquer peça do patrimônio do Hospital só pode ter cedido ou emprestado somente com a aprovação da diretoria executiva.

Momento da votação de modificação do estatuto.

Apresentada de item por item na modificação do estatuto.

A eleição para a diretoria do Hospital será coordenada por uma comissão com participação de 3 sócios aptos a votar e dois funcionários administrativos. A ideia é que os dois funcionários administrativos tenham a experiência nas eleições e possam facilitar os trabalhos da comissão. Para estar apto a votar os sócios necessitam estar em dia com as mensalidades e serem sócios há pelo menos 180 dias. O edital das eleições será amplamente divulgado e já está aberto para a apresentação das chapas.

Presidente do Hospital Márcia Schimdt que em breve deixará o cargo.

O diretor Ailson Tavares fez um agradecimento a vários membros da diretoria que sempre têm participado diretamente ou ajudando a instituição, lembrando das dificuldades que a direção sempre enfrenta, desde a hora de formação, até a atuação, nem sempre compreendida pelos usuários, e que é um árduo trabalho voluntário. Michel Ulbrich, também da diretoria convocou os sócios a divulgarem as eleições e também colocando que quem tem interesse em participar da diretoria, se não conhece um grupo fechado para montar uma chapa, pode dispor seu nome na secretaria e quem sabe participar de alguma chapa em prol do hospital.

Encerrando a assembleia a diretora do Hospital, Adriana Silva, que coordenou a Assembleia, comentou para que consultem a página do Facebook e também o site do Hospital, que lá consta diversas informações e notícias importantes do hospital, incluindo o edital da eleição.

Hugo Lopes Júnior
Últimos posts por Hugo Lopes Júnior (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Epidemia de infecção viral preocupa pais em São Mateus do Sul
Suspeito de Covid-19 sobre repúdio social em São Mateus do Sul e região
Vacinação contra a influenza iniciou nesta quarta (10)