Cidade

IG-Mathe participa da capacitação de gestores de Indicação Geográfica no estado do Paraná

Membros da Associação dos Amigos da Erva-mate participaram do último módulo do curso promovido pelo SEBRAE e participarão de Fórum que dará continuidade no trabalho. (Foto: Assessoria de Comunicação IG-Mathe)

Aconteceu nos dias 22 e 23 de novembro, nas cidades de Morretes e Antonina, litoral paranaense, a última edição da capacitação de gestores de Indicações Geográficas (IG), promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Os membros da Associação dos Amigos da Erva-mate de São Mateus do Sul (IG-Mathe), participaram dos quatro módulos capacitatórios, dois deles realizados na sede do Sebrae em Curitiba e um deles na cidade de Belo Horizonte em agosto deste ano, quando, as IG’s foram apresentadas em um evento internacional.

Segundo os membros da IG-Mathe, o Sebrae Paraná é pioneiro na criação e desenvolvimento da capacitação dos representantes das indicações paranaenses e aplicará o trabalho a partir de agora em todo o país.

O evento aconteceu no restaurante Madalosso e reuniu representantes das IG’s paranaenses: o café do norte pioneiro, uva de mesa da cidade de Marialva, Denominação de Origem (D.O) do mel de Ortigueira, mel do oeste do Paraná, goiaba de Carlópolis, queijo de Witmarsum e mais as associações que estão em fase de obtenção da IG: o barreado e farinha de mandioca do Litoral, bala de banana de Antonina, a cachaça de Morretes e o melado de Capanema.

O objetivo do evento é colaborar com os executivos das IG’s à se prepararem em relação à conceitos, definições, parâmetros, gestão, controle, tudo que uma indicação precisa. Este foi o 4º evento que teve como objetivo unificar e direcionar o trabalho das IG’s do Paraná.

De acordo com o presidente da IG-Mathe, Ronaldo Toppel Filho, essa troca de informações é sempre muito bem-vinda e tem como um dos objetivos que as IG’s trilhem seus próprios caminhos com o auxílio recebido pelo Sebrae. “No primeiro módulo a IG-Mathe fez uma abordagem e na conclusão voltou a apresentar o trabalho, mostrando a evolução.”

Ainda segundo Ronaldo, os módulos que visaram a preparação se encerrou, mas o Sebrae fomentou a criação de um fórum que dará continuidade a todo o trabalho das indicações do Paraná.

O Fórum das IG’s

Ainda no mesmo evento no litoral paranaense, foi criado o Fórum Paranaense das Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, Origens Paraná. O primeiro fórum de discussão sobre as IG’s, seguindo o exemplo dos estados do Espírito Santo, Amazonas, Pará e Bahia.

O fórum trata-se de um grupo que é responsável pelo andamento das indicações geográficas no Paraná, tudo que dizer respeito ao processo de reconhecimento e desenvolvimento passará a partir de agora por essa equipe que compõe esse fórum. Todas as IG’s possuem dois representantes, um titular e um suplente no fórum. Além da presença do Sebrae.

Neste fórum de IG’s e Marcas Coletivas do Paraná, a IG-Mathe São Matheus foi eleita como coordenadora geral, tendo Helinton Lugarini como presidente e Ronaldo Toppel Filho, vice. “Algo de suma importância para o município, e de forma a reconhecer todo o empenho que vêm sendo realizado com a erva-mate e servindo de exemplo para todo o estado”, afirma Helinton.

O fórum é composto pelas IG’s, pelo Sebrae, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SEAB), Itaipu, Sanepar, Copel e futuramente demais instituições federais e estaduais de ensino do Paraná e várias outras que possam colaborar para a causa das IG’s.

Ele tem como principais objetivos, orientar as IG’s, angariar recursos, viabilizar a legislação e tudo que possa beneficiar as IG’s passará por esse fórum, como a criação de coordenadorias que criaram projetos e solidificarão elos com órgãos governamentais e internacionais.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Manifestantes contra governo Dilma e corrupção se concentram no Chimarródromo
Feira Gastronômica completa 1 ano e torna-se referência semanal à comunidade são-mateuense
Agência do Trabalhador organiza Dia D para inclusão de pessoas com deficiência física no mercado de trabalho