O tema da mostra era “Campo e Cidade: as engrenagens que movem nosso município”. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

Aconteceu no sábado (29/06), na sede do Clube União Vila Prohmann, a II Mostra Cultural do Agrinho com o tema “Campo e Cidade: as engrenagens que movem nosso município”. O evento iniciou às 13h30, e durou toda a tarde.

De acordo com a equipe da Secretaria Municipal de Educação, responsável pela organização do evento, neste ano os alunos juntos da equipe de professoras e com o apoio de empresários e agricultores de São Mateus do Sul, conheceram de perto a metodologia de trabalho no ramo comercial, empresarial e agropecuário. “Acreditamos que a união do campo e da cidade contribui para a prosperidade do município. Dessa forma, todos esses temas foram trabalhados em sala de aula de forma interdisciplinar, com a colaboração de vários empresários e proprietários rurais”, diz Jorge Manfroni, secretário da educação, que também agradece a parceria e confiança dos empresários na SEMEC.

Os alunos visitaram a produção de ramos que colaboram para a economia municipal como famílias de agricultores, ervateiras, lojas, cooperativas de crédito, entre outros meios. “Eles produziram todo material para apresentação, trabalhando com redações, maquetes e toda decoração do espaço”, enfoca Manfroni. O secretário explica que a importância dessas ações é incentivar o apoio à educação, sua valorização e respeito. “Acreditamos na união entre família, escola e sociedade”. No mesmo dia do evento houveram mais de 30 apresentações artísticas dos alunos que levaram danças, música e teatro para as centenas de pessoas presentes.

De acordo com a professora da Escola Municipal Doutor Paulo Fortes, Andreia Vandos, em conversa com os alunos a equipe da direção optou por conhecer a história das Lojas Leonardo, um dos comércios de mais tradição em São Mateus do Sul. “Ficamos felizes pois os proprietários vieram até a escola para contar toda sua trajetória”. Dentre os momentos mais dinâmicos da conversa, a professora comenta que os alunos se mostraram curiosos, questionando os empresários do município. A Escola também conheceu a trajetória da Luh Sapatilhas.

O Programa Agrinho foi criado com o objetivo de levar informações sobre sociedade, saúde e segurança pessoal e ambiental, principalmente às crianças do meio rural. O Programa se consolida como instrumento eficiente na operacionalização de temáticas de relevância social da atualidade dentro dos currículos escolares. Pelo incentivo à pesquisa, defende-se uma educação crítica, criativa, que desenvolva a autonomia e a capacidade de professores e alunos assumirem-se como pesquisadores e produtores de novos conhecimentos.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Inscrições para os cursos técnicos do CESM iniciam nesta segunda (30)
Francisco Caminski é homenageado com monumento no Colégio São Mateus
Educação são-mateuense é exemplo para todo o estado