Após colocação na capela, foi feita oração a Nossa Senhora dos Navegantes. (Fotos: Hugo Lopes Júnior/Gazeta Informativa)

Aconteceu na tarde de domingo, dia 22 de agosto, a entronização da imagem de Nossa Senhora da Navegação na capela construída na Prainha do Rio Iguaçu na vila Amaral, com a presença de diversos fiéis e autoridades.

A santa, que é a padroeira da comunidade da vila Amaral, recebeu a bênção na Igreja Matriz São Mateus e para chegar até o seu destino percorreu numa pequena procissão partindo da Praça do Rio Iguaçu, indo de barco e sendo acompanhada por alguns barcos e caiaques até chegar na Prainha, onde aconteceu uma celebração com o padre José Carlos Emanoel dos Santos e a colocação da imagem na capela de vidro. Além dos fiéis e da imprensa, estavam presentes entre as autoridades o deputado estadual Emerson Bacil, o vice-prefeito Adão Staniszewski e o vereador Juliano Oliveira.

Público presente que recebeu a imagem da santa.

Imagem navegando pelo Iguaçu.

Chegada da imagem de barco na Prainha do Iguaçu.

No local, além da capela foi construída também uma rampa para atracar os pequenos barcos que vão navegar no rio Iguaçu. Essa é uma ideia que surgiu há cerca de um ano, quando o então presidente da Associação de Bairro, Ezequiel Cordeiro, sugeriu a construção da rampa e a ideia foi levada adiante, surgindo também a ideia de construir a capela para a imagem da Santa Padroeira dos navegantes no local, junto com Pedro Tutti e Vilmar Felchak. A ideia se ampliou e o projeto passou a ser além da rampa e da capela, a construção de uma praça com atrativos de lazer e descanso, além de um local de meditação e oração junto à imagem.

A construção recebeu a contribuição de diversas pessoas e entidades com materiais e a mão de obra de membros da comunidade. O local também recebeu apoio da Prefeitura Municipal que fez a terraplanagem e a colocação de pedras. Segundo os organizadores, ainda existem muitas coisas a serem feitas, mas os primeiros passos já foram dados.

Momento da colocação da imagem na sua capela.

Partida da imagem na Praça do Iguaçu.

Momento da construção da capelinha. (Foto: Acervo Pessoal)

Vilmar Felchak pediu o uso da palavra e destacou os trabalhos de Ezequiel Cordeiro e a participação da comunidade nessa ideia, além do governo municipal e diversos empresários. Lembrou também um dos maiores incentivadores da comunidade, o Sr. João Gonçalves, que já nos deixou, mas sua esposa D. Maria estava presente.

O padre José, durante sua bênção falou: “Aqui será um ambiente cristão de fé, onde cada um, cada família depositará seu ato de fé”. E rogou “que quem usar este ambiente seja abençoado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”, e todos os presentes rezaram a oração de Nossa Senhora dos Navegantes. O local tem, além da capela com a imagem, uma capelinha para que os fiéis possam acender velas e realizar suas orações e pedidos. Futuramente, com as obras para transformar o local numa praça, com acessibilidade e onde possam circular tranquilamente os idosos e crianças, num espaço de fácil acesso ao lado da Rua Antônio Bisinelli que recentemente foi asfaltada, teremos um belo local de lazer.

Oração de Nossa Sra. dos Navegantes

Ó Nossa Senhora dos Navegantes,
Mãe de Deus, Criador do céu,
da terra, dos rios, lagos e mares;
protegei-me em todas as minhas viagens.
Que ventos, tempestades, borrascas, raios e ressacas
não perturbem a minha embarcação
e que monstro nenhum, nem incidentes imprevistos
causem alteração e atraso à minha viagem,
nem me desviem da rota traçada.
Virgem Maria, Senhora dos Navegantes,
minha vida é a travessia de um mar furioso.
As tentações, os fracassos e as desilusões
são ondas impetuosas
que ameaçam afundar minha frágil embarcação
no abismo do desânimo e do desespero.
Nossa Senhora dos Navegantes,
nas horas de perigo, eu penso em vós
e o medo desaparece;
O ânimo e a disposição de lutar e de vencer
tornam a me fortalecer.
Com a vossa proteção e a bênção de vosso Filho,
a embarcação da minha vida há de ancorar
segura e tranquila no porto da eternidade.
Nossa Senhora dos Navegantes, rogai por nós.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Quaresma representa processo de conversão espiritual para além do ritual religioso
Uma reflexão sobre o significado da Páscoa
Walter Jorge Pinto é o novo bispo da diocese de União da Vitória