Geral

Inauguração da Sala do Empreendedor abre Semana do MEI em São Mateus do Sul

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio e a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul, iniciou nesta segunda-feira, dia 13, a Semana do Microempreendedor Individual (MEI) na cidade.

Durante a semana, que vai até o dia 17, serão ofertadas ainda duas oficinas de capacitação aos microempreendedores individuais e potenciais empresários. A oficina “Sei Crescer” acontece no dia 16 de abril, às 19h, e visa fazer com que o MEI saiba se (e quando) vale a pena aumentar o negócio e torná-lo uma microempresa. Na oficina “Sei Comprar”, que acontece no dia 17, também às 19h, o objetivo é orientar os MEI a fazer boas escolhas e acordos em seus negócios. As inscrições para as oficinas são gratuitas e podem ser feitas diretamente na Sala do Empreendedor, na rua Ulisses Faria 1011; ou por telefone, pelo número (42) 3532-7865.

Inauguração da Sala do Empreendedor

A Semana do MEI tem como objetivo de capacitar e promover a formalização de empreendedores individuais na cidade e teve início com a inauguração da Sala do Empreendedor de São Mateus do Sul, nesta segunda-feira, 13, às 8h, na rua Ulisses Faria, 1011, anexa à Secretaria Municipal de Indústria e Comércio. O espaço vem para auxiliar no atendimento completo ao pequeno e microempresário sãomateuense.

A Sala do Empreendedor fica localizada na Rua: Ulisses Faria, 1011, anexa à Secretaria Municipal de Indústria e Comércio.

O espaço conta com o apoio da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul, da Câmara de Dirigentes Lojistas, do Sebrae e de órgãos de crédito. A Sala do Empreendedor é um espaço onde o empreendedor são-mateuense será orientado sobre procedimentos necessários à abertura e formalização de sua empresa, com redução de burocracia, maior agilidade e promoção do desenvolvimento econômico do Município.

Estiveram presentes na inauguração do espaço o prefeito Clóvis Ledur; o vice-prefeito, Clóvis Distéfano; secretários municipais; o gerente regional do Sebrae, Joel Franzim Júnior; o vereador Bira, representando a Câmara Municipal; o representante do Sindicato Rural Patronal, Nereu Dal Lago; membros do Comitê Gestor Municipal; e representantes de instituições de ensino e cursos profissionalizantes do Município.

“A Sala do Empreendedor é um facilitador para os empreendedores locais”, explica o Secretário Municipal de Indústria e Comércio, Renato Possebon. “Se um microempreendedor está hoje trabalhando informalmente, ele vem aqui, encaminha toda a documentação e, na hora, nós conseguimos legalizá-lo e encaminhá-lo para que ele possa a trabalhar formalizado”, conclui.

Em sua fala, o diretor regional do Sebrae, Joel Franzim Júnior, destacou a importância do apoio ao empreendedorismo. “Onde há empreendimento, a gente sente menos a crise. A gente percebe isso a partir do momento que conseguimos mostrar ao empreendedor que ele tem maior segurança ao empreender de forma segura, sólida e rápida. É isso que estamos fazendo aqui em São Mateus do Sul com a Sala do Empreendedor”.

O prefeito Clóvis Ledur agradeceu a atuação das diferentes lideranças do Município e também da Secretaria de Indústria e Comércio no apoio ao empreendedorismo da cidade. O prefeito ainda destacou conquistas da Prefeitura para o setor, como a doação dos terrenos para a área industrial; e a revisão do Plano Diretor do Município, que neste momento está sendo avaliado pelo departamento jurídico da Prefeitura e deve ser encaminhado nas próxima semanas para apreciação da Câmara Municipal.

“A informalidade não é saudável para o cidadão nem para o Município”, destacou o prefeito. “Esse é o caminho. Fazer investimentos e trazer conhecimento ao cidadão para que nós possamos cumprir a nossa parte, que é conduzir. Quem vai fazer a diferença é quem está empreendendo e que vai fazer uma São Mateus do Sul melhor”.

Ouça o Secretário Municipal de Indústria e Comércio Renato Possebon:

O Microempreededor Individual

Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um Microempreendedor Individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI legalizado. Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

Além disso, o MEI será enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Assim, pagará apenas um valor fixo mensal que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. A quantia é atualizada anualmente, de acordo com o salário mínimo.

Com essas contribuições, o Microempreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros.

Com informações Assessoria PMSMS e Assessoria Sebrae

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
São-mateuense é destaque nacional na criação de galinhas ornamentais
Defesa Civil emite alerta para possível aumento do nível dos rios Iguaçu, Canoas e Potinga
1º evento na Capela São João Paulo II, na Colônia Taquaral, em louvor a Nossa Senhora de Fátima, acontece neste fim de semana