(Imagens Ilustrativas)

Diversos usuários reportaram dificuldades no início da tarde desta segunda-feira (4), em acessar três aplicativos responsáveis por boa parte da comunicação pessoal e empresarial via internet.

As redes sociais Facebook, WhatsApp e Instagram são serviços de uma mesma empresa e são muito utilizadas hoje em dia, não apenas para lazer e diversão, mas também para negócios.

O site DownDetector, onde usuários podem sinalizar produtos e serviços que estão com dificuldade de acessos, demonstrou um pico de queixas iniciadas a partir das 12h30. Próximo das 13h, os números aumentaram, chegando a 46 mil reclamações contra o WhatsApp, 13 mil contra o Instagram e 7.300 contra o Facebook, de acordo com o Downdetector.

Usuários do Whatsapp passaram a  utilizar outro aplicativo, conhecido como concorrente, para troca de mensagens: o Telegram. Porém, este também passou a ter queixas relatadas no Downdetector a partir das 15h, provavelmente pelo excesso de usuários.

Tanto os aplicativos quanto as versões web (para computador) das redes apresentaram instabilidade. Não apenas os brasileiros demonstraram sua insatisfação, pois usuários de Portugal, Reino Unido, Índia e Estados Unidos utilizaram o Twitter, outra rede social, para revelar indignação.

Em nota, os aplicativos de Mark Zuckerberg disseram que estão cientes dos problemas de acesso  e que trabalham para normalizar os serviços.

O real problema para as empresas:

A internet tem se aproximado cada vez mais dos negócios e essa é uma realidade que já vinha há tempos se revelando, mas que a pandemia pela Covid-19 acabou evidenciando. 

Todo o mercado tem se mostrado mais aberto aos negócios digitais e as redes sociais têm dado suporte para empresários e funcionários. Tem sido cada vez mais comum ver empresas simplificando a parte estrutural física e privilegiando o digital, tendo vantagens maiores, por exemplo a agilidade.

Especialistas elaboram pesquisas a todo momento, afirmando que a internet democratizou o acesso a tudo, enquanto a pandemia obrigou as empresas a migrarem para a internet também. Independente do local onde estamos, se olharmos ao redor vemos as pessoas de cabeça baixa e com sua atenção voltada à telas de smartphones, interagindo com outras pessoas, navegando pela internet, redes sociais, aplicativos de mensagens… todos conectados. A internet chama a atenção das pessoas e os empresários estão atentos a essa mudança, correndo atrás de seus clientes.

Facebook, Instagram e WhatsApp deixaram de ser apenas lazer para se tornar verdadeiras ferramentas de vendas e a instabilidade apresentada na tarde de segunda-feira apenas enfatizou esse fato. Foram diversos funcionários reclamando que não eram capazes de dar sequência às suas negociações por não ter acesso às redes sociais.

O que aconteceu nesta tarde apenas reforçou às empresas o que algumas não queriam abrir os olhos para ver: o mundo está cada vez mais digital e é preciso se adaptar.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
10 sintomas físicos do estresse
Site Gazeta Informativa é lançado em São Mateus do Sul
Jornalista Paulo Henrique Amorim morre aos 77 anos