Cidade

Instituto Histórico e Geográfico articula com autoridades estaduais da história e patrimônio

Foto: Gerson Souza

Foto: Gerson Souza

Na quinta-feira (08), o Instituto Histórico e Geográfico de São Mateus do Sul cumpriu duas agendas importantes na capital do Paraná, junto à instituições ligadas à pesquisa histórica e patrimônio.

No almoço o presidente do Instituto, professor Mário Deina foi recebido pelo pesquisador e historiador da Coordenadoria Estadual do Patrimônio, Aimoré Índio do Brasil Arantes. Na pauta da conversa diversos assuntos relativos à pesquisa histórica no município e preservação de patrimônio histórico.

Na parte da tarde o presidente, acompanhado pelos diretores Gerson Souza e Sandro Z. Vitonski foram recebidos pelo diretor do Museu Paranaense, Renato Carneiro Junior.

Na audiência, solicitada pelo Instituto, o pesquisador Gerson Souza apresentou ao diretor do museu a pesquisa que vem realizando sobre a vida do Coronel Antonio Bodziak e o Batalhão Polonês na Revolução Federalista, solicitando informações a respeito de materiais que poderiam servir como fonte de pesquisa e que supostamente poderiam estar no acervo do museu. O diretor encaminhou o assunto à sua assessoria a qual imediatamente acompanhou os visitantes por um tour no museu e uma visita à reserva técnica, onde poderiam estar tais materiais. Foram discutidos ainda interesses do IHG/SMS relativos à história da erva-mate e preservação de acervos referentes a esse período histórico

Na ocasião abriram-se conversações no sentido de num futuro próximo o Museu Paranaense vir a disponibilizar parte de seu acervo para exposição permanente em São Mateus do Sul, embora tal possibilidade só se concretize caso hajam condições técnicas para tal. “De qualquer forma já é um bom início de relacionamento do Instituto com o Museu, e isso pode resultar em boas parcerias futuras”, afirmou o professor Mário Deina.

Na sexta-feira (16), às 19 horas, no auditório do Centro da Juventude, na Vila Buaski, o Instituto vai fazer o lançamento do programa “Dois Minutos de História”, produzido por pesquisadores e produtores locais. O programa será veiculado por meio do youtube e Facebook.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Paralisação dos caminhoneiros chega ao fim em São Mateus do Sul
Representante da Petrobras garante para Bacil permanência da SIX
Obra do Hospital Dr. Paulo Fortes segue cronograma. Ala para Covid-19 é preparada