Educação e Cultura

Instituto Histórico e Geográfico elege as primeiras cadeiras

Fotos: Divulgação e Gazeta Informativa

Fotos: Divulgação e Gazeta Informativa

O Instituto Histórico e Geográfico de São Mateus do Sul (IHG/SMS) elegeu no sábado (06), as primeiras duas cadeiras da Instituição. Conforme prevê o Estatuto da organização, a cadeira é um espaço privilegiado de pesquisa e sua ocupação é vitalícia, sendo que o seu ocupante passa à condição de associado efetivo do Instituto, permanecendo na cadeira enquanto for sua vontade ou enquanto estiver cumprindo seus deveres estatutários e morais, sendo que cada cadeira leva o nome de um personagem ilustre da história local ou regional.

Para a cadeira número um, que levará o nome de Roberto Angewicz, foi eleito o escritor, pesquisador e colunista da Gazeta Informativa, Gerson Cesar Souza, autor dos livros a Estrela de Jacó e O Imortal Coronel Bodziak, além de mais dois livros no gênero de poesia. Para a cadeira de número dois, denominada de Monge João Maria D’Agostini foi eleita a professora doutora Alcimara Aparecida Foetsch, da UNESPAR campus União da Vitória, onde atua no curso de Geografia.

A posse dos eleitos acontecerá no dia 17 de dezembro, em sessão solene comemorativa ao segundo aniversário do IHG/SMS, quando deverão, conforme determinação estatutária, fazer a defesa pública do personagem que nomina a respectiva cadeira que cada um ocupará. Além da defesa pública deverão entregar previamente ao Instituto uma pesquisa escrita sobre a vida e obra do personagem, a qual integrará o acervo documental da instituição e ficará disponível ao acesso de estudantes e pesquisadores.

Conforme informação do presidente do IHG/SMS, professor Mário Deina, os eleitos escolhem o nome da cadeira a ser ocupada a partir de uma lista de vinte personalidades aprovadas anteriormente pela Diretoria e Conselho Fiscal. Em 2017, o Instituto continuará preenchendo as demais cadeiras, cuja seleção será comunicada sempre por Edital de conhecimento público, completou o presidente, lembrando ainda que qualquer cidadão pode se candidatar às cadeiras, independente de sua profissão ou ocupação, raça, religião, opção político/ideológica, sexo ou gênero, bastando para tanto se filiar ao Instituto.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Grupo Karolinka é aprovado no Festival Internacional de Rzeszów na Polônia
Prova de avaliação falha em todo o Paraná
Pipoqueiro mais famoso do Brasil ministra palestra gratuita sobre empreendedorismo em São Mateus do Sul