(Foto: Thaís Siqueira/Gazeta Informativa)

O Ministério da Saúde disponibilizou o aplicativo Conecte SUS para o acompanhamento em tempo real a vacinação de cada cidadão brasileiro. De acordo com informações do Ministério, cada pessoa imunizada terá o CPF registrado em um sistema e assim permitirá que as autoridades tenham real controle de quem foi ou não vacinado. Mas isso vem gerando dúvidas em alguns usuários, como se baixar o aplicativo será obrigatório ou como proceder com a instalação.

Antes de tudo, é importante destacar que não é obrigatório baixar o aplicativo. Ele foi desenvolvido para facilitar a organização da campanha de vacinação. Em comunicado para a imprensa, o Ministério da Saúde afirmou que “com esta ferramenta, em virtude da possibilidade de uso de mais de uma vacina na imunização da população brasileira, será possível que o agente de saúde aplique a segunda dose da vacina correta na data prevista, assim como que evite que uma pessoa tome doses de vacinas de laboratórios diferentes, o que poderia acarretar eventos adversos desconhecidos e indesejáveis”.

Quem não quiser ou não conseguir baixar o aplicativo, não terá prejuízo algum para se vacinar. Basta levar o CPF ou o Cartão Nacional de Saúde (CNS) para o posto de vacinação, assim o profissional que for aplicar a vacina faz o cadastro no sistema. Além da dose aplicada, será registrado o lote de fabricação e a data em que foi tomada.

Indivíduos com comorbidades serão pré-cadastrados no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI). Aqueles que não tiverem sido pré-cadastrados poderão apresentar comprovante que demonstre o pertencimento a um dos grupos de risco (exames, receitas, relatório médico etc.) no momento da vacinação.

Como funciona e como instalar o APP

O Conecte SUS serve para que o cidadão gerencie ou visualize suas consultas, exames, medicamentos e vacinas. A versão atual do aplicativo tem 87,5 MB de tamanho e está disponível para Android e iOS.

Fazer o cadastro é muito simples e existem várias opções para validação. Ele pode ser feito com o número do CPF ou ainda com dados de Internet banking (caso o usuário tenha o aplicativo de algum banco instalado), certificado digital ou validação facial pelo app. A finalização do cadastro não leva mais do que dois minutos. Quem já possui algum cadastro nas plataformas gov.br não precisa fazer todo o cadastro no aplicativo, basta digitar o CPF e entrar na conta.

Não é possível fazer um novo Cartão SUS pelo aplicativo, pois para garantir a segurança, esse tipo de procedimento ocorre somente nas unidades de saúde. Porém, o app pode ser usado para emitir a segunda via do cartão SUS no formato digital. O cartão digital é recomendado pelo Ministério da Saúde, pois assim se evita o contato e se reduz a chance de transmissão do coronavírus.

Dentro do aplicativo também é possível ter acesso a ouvidoria do SUS e prestar as reclamações cabíveis, além de receber notificações sobre as campanhas de vacinação, consultas médicas e exames agendados na rede pública de saúde.

Por enquanto, ainda não é possível fazer o agendamento da vacina contra o coronavírus pelo aplicativo pois o sistema ainda deve passar por uma atualização. Espera-se que nas próximas semanas todas as funcionalidades já estejam prontas para uso.

Passo a passo da instalação

A instalação do aplicativo é muito simples, mas para não haver erros, basta seguir os passos seguintes:

  1. Baixe o aplicativo Conecte SUS na loja de aplicativos do seu celular.
  2. Clique em “Criar Cadastro/Conta”.
  3. Escolha uma das opções: Bancos Credenciados, Internet Banking, Número do CPF, Certificado digital ou Certificado digital em nuvem.
  4. O CPF é o modo mais prático, então após selecioná-lo, basta digitar o número, o nome completo e aceitar os termos de uso.
  5. Isso acionará a base de dados do governo e você precisará selecionar o seu ano de nascimento, dia e primeiro nome da mãe.
    Pronto, com isso está criado o perfil no Conecte SUS.
Processo de instalação ao aplicativo.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Prefeitura Municipal recapeará mais de 20 mil m² de trechos urbanos com recursos federais
Entidades de representação do município promovem ação conjunta visando desenvolvimento econômico local
Samas TV prepara novos episódios