A Secretaria de Saúde do Estado do Paraná (SESA-PR) destaca a colaboração da sociedade paranaense, que auxilia na manutenção da vida de diversos indivíduos com suas doações de órgãos. (Foto: Agência Estadual de Notícias do Paraná)

No último sábado (21), a equipe médica responsável que atua junto à Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (SESA-PR), esteve no Hospital São Camilo, situado na cidade vizinha de União da Vitória. Foi realizada então, a coleta de órgãos a serem transplantados em indivíduos que aguardam na longa fila de espera em nosso estado. O são-mateuense Cleiton Popenda Hulk, de 22 anos de idade, morador de São Mateus do Sul, foi um dos doadores.

Infelizmente, o jovem se envolveu em um acidente no último dia 14, tendo sua morte cerebral confirmada posteriormente. A ação de coleta e transporte dos órgãos foi realizada com o apoio do avião Caravan, utilizado pela Casa Militar do Paraná. A 6ª Regional de Saúde de União da Vitória emitiu a seguinte nota de agradecimento aos familiares do doador e à SESA: “Fazemos um agradecimento muito especial aos familiares do doador que em momento tão delicado de perda se sensibilizaram e autorizaram a doação dos rins, coração, fígado e baço. Este processo só é possível através da atuação conjunta do hospital, da 6ª Regional e da SESA”, comentou Paula Fernanda Krzyzanowski, diretora da 6ª Regional de Saúde de União da Vitória.

Cleiton Popenda Hulk faleceu aos 22 anos. Ele se envolveu em um grave acidente no dia 14 de novembro, na região da Jabuticabeira na BR-476, e foi transferido ao Hospital Regional de União da Vitória, onde teve sua morte cerebral confirmada. (Foto: Acervo pessoal)

Doação de órgãos

De acordo com dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), o Paraná se manteve líder em doações e transplantes de órgãos no primeiro semestre de 2020. As informações mostram que nosso estado atingiu a marca de 44,1 doações de órgãos efetivas por milhão de população (pmp), estando muito acima da média nacional que fechou em 15,8 pmp.

Sistema Estadual de Transplantes do Estado do Paraná (SET-PR)

O secretário da Saúde, Beto Preto, comentou sobre a situação. “O trabalho eficiente e estruturado do Sistema Estadual de Transplantes (SET/PR) se manteve mesmo em meio ao enfrentamento da pandemia. Isso representa que o Estado tem mantido o compromisso com as famílias paranaenses de continuar salvando vidas”, destacou ele. De janeiro a junho de 2020, o Paraná registrou 558 notificações de potenciais doadores e 252 doações efetivas, que corresponderam a 385 transplantes de órgãos realizados no estado.

Dia Nacional do Doador de Sangue

A Secretaria de Estado da Saúde celebrou nesta última quarta-feira (25), o Dia Nacional do Doador de Sangue, ressaltando a importância destes atos de amor e solidariedade. “Embora estejamos em meio a uma pandemia, lembramos que os tratamentos para câncer, transplantes, doença falciforme e talassemia não foram interrompidos neste período. Estes pacientes necessitam de doações constantes para dar continuidade aos procedimentos”, frisou o secretário.

(Divulgação SESA-PR)

A diretora do Hemepar (Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná), Liana Labres de Souza também endossou o discurso que valoriza a importância da contribuição da sociedade nesses momentos. “Nossa necessidade é diária, precisamos que os paranaenses continuem sendo solidários e nos ajudem a manter os estoques de sangue que podem salvar muitas vidas”, encerrou ela.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Primeira morte por coronavírus no Brasil é registrada em SP
São-mateuense atua como voluntário na organização das filas de vacinação contra a covid
Mais de 13 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe em São Mateus do Sul