O encontro de integração entre os jovens teve como objetivo a interação pressuposta entre as diferentes realidades onde estes estão inseridos.

Na quarta-feira (24), os adolescentes que frequentam o Centro da Juventude Laurival Kwiatkowski Mayer (CEJU), receberam a visita de 15 jovens que participam do Programa Projovem do município de Porto Vitória.

O Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem) é um programa educacional destinado a jovens com 18 a 29 anos residentes em áreas urbanas que, por diversos motivos, foram excluídos da escolarização, com o objetivo de reintegrá-los ao processo educacional, elevar sua escolaridade e promover sua formação cidadã e qualificação profissional, por meio de curso com duração de dezoito meses.

O encontro de integração entre os jovens teve como objetivo a interação pressuposta entre as diferentes realidades onde estes estão inseridos, pois o município portovitoriense possui pouco mais de 4 mil habitantes e de acordo com a Educadora Social, Lucimara Bohrer, que já atua no programa à dois anos, os jovens buscaram conhecer a estrutura do CEJU são-mateuense que possui uma estrutura diferenciada e oferece várias oficinas diárias que são referência em toda a região.

Durante todo o dia, os jovens participaram de oficinas de teatro, dança, esporte, além de uma atividade de descontração e conhecimentos gerais sobre os dois municípios, o que fez com que os adolescentes se descontraíssem enquanto aprendiam um pouco mais.

Segundo a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), de Porto Vitória, Elsa Schneider, o Projovem atende diariamente à 21 adolescentes em situação de vulnerabilidade social e oferece as oficinas de artes, musica, informática e atividades esportivas.

A Secretária de Assistência Social, Giceli de Fátima Pereira, acompanhou a visita junto à equipe técnica-pedagógica do CEJU e enalteceu importância destes encontros para a integração dos jovens e o fortalecimento de vínculos e destacou os esforços da secretaria em oferecer um atendimento de qualidade, com profissionais capacitados e preparados para o trabalho com os adolescentes.

A interação também fez com que as equipes que atuam em ambas as instituições pudessem trocar experiências com o trabalho junto aos adolescentes e propor ideias para o melhoramento ao atendimentos prestado. Em breve, os jovens do CEJU farão uma visita aos novos amigos e poderão conhecer a realidade deles de perto.

Fonte/Fotos: Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul

Redação do jornal Gazeta Informativa

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Diesel e Gasolina recebem novo aumento
Desenho misterioso aparece em plantação no município de Piraí do Sul
Gabarito definitivo do Concurso da Prefeitura de São Mateus do Sul é divulgado

Deixe seu comentário

*