Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Ler abre os olhos

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

No último final de semana de março de 2017, tive a oportunidade de participar de um evento chamado Janelas da Leitura, organizado pela Freguesia do Livro, uma organização de Curitiba voltada ao fomento da leitura.

Na palestra inaugural, tive o privilégio de assistir ao jornalista e escritor argentino Mempo Giardinelli, que dirige uma fundação que leva o seu nome e que também incentiva a leitura. O lema da fundação é justamente o título deste texto. Ele falava da sua experiência vivida na Argentina, mas os conceitos são aplicáveis a grande maioria das nações do planeta.

Ele insistia muito em alguns pontos, com os quais concordo plenamente: a leitura é o caminho para o conhecimento; a leitura é o pilar fundamental da educação.

Dizia que sempre lhe repetem a mesma pergunta: como incentivar as crianças a ler? Em sua visão, o problema não está nos pequenos e sim nos adultos, pois eles, os pequenos, somente fazem, repetem o que fazem seus pais e seus mestres. Então a pergunta correta é: como fazer os grandes, os adultos lerem? Aos pequenos, se disponibilizarmos bom material de leitura, bons contos e poemas, vão encontrar seu caminho.

Mas os adultos insistem em que o problema está nos outros, nos professores, no governo, não neles mesmos. Muitos preferem passar horas e horas em frente à televisão ou participando de conversas inúteis em redes sociais.

Giardinelli repetiu frases de uma antropóloga francesa de que ler não é uma atividade simples, banal ou um passatempo qualquer, pois é um processo capaz de modificar os destinos profissionais e sociais. Aí está a importância da qualidade do que se lê. Talvez isto explique porque certos ditadores e conquistadores queimam livros. Muitos preferem os gritos em lugar da palavra serena, do pensamento.

Ler constrói o futuro de uma nação. Ler desenha o caminho das civilizações. Não ler, também.

O escritor encerrou sua fala dizendo “estou convencido de que só a leitura, a imaginação, o estudo, o esforço, a tenacidade investigativa, o desafio constante do conhecimento para pensar melhor, nos permitirá deixar de lado a obscuridade da ignorância”. Enfatizou “ler abre os olhos”.

Artigo escrito pelo leitor Adnelson Campos
www.adnelsoncampos.com.br

Quer publicar o seu texto? Entre em contato conosco! É GRATUITO!

Redação

Redação

Redação do jornal Gazeta Informativa
Redação
Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: