(Foto: Reprodução 24 horas)

Uma londrinense de 61 anos deu à luz a um bebê nesta semana na cidade e se tornou a mulher mais velha a ser mãe no Paraná. A técnica em enfermagem, que trabalha numa Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, ganhou Ian Pontelo Moreira na tarde de quarta-feira (30), no Hospital do Coração, unidade Bela Suíça. O garoto veio ao mundo com 3,4 quilos e muita saúde. Ian significa “presente de Deus”.

Ana Maria Pontelo Moreira vinha alimentando o sonho de ser mãe há cerca de 15 anos. Em 2013, decidiu entrar na fila de adoção, com o objetivo de adotar uma criança recém-nascida. Com a dificuldade, estendeu até um ano de idade por indicação de uma psicóloga, entretanto, também sem sucesso. Foi quando resolveu partir para a fertilização in vitro, no final de 2014.

Na época, uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) vedava que mulheres a partir de 50 anos passassem pelo procedimento. Foi somente em 2015 que a instituição autorizou, desde que o médico assistente fizesse uma bateria de exames e a mulher não apresentasse problemas de saúde. Ana Maria passou pelo processo, sendo liberada para a fertilização.

Foram várias tentativas até que no final de 2018, fazendo o procedimento em São Paulo, deu tudo certo. O óvulo foi de uma doadora e o espermatozóide do banco de doares da clínica. Tudo custou aproximadamente R$ 50 mil.

Fonte: 24 horas

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Em terra de imigrante polonês, tradições portuguesas e espanholas, são destaque
O horário de verão passará por mudanças em 2018
Prefeitura e CDL discutem melhorias para o comércio da cidade

Deixe seu comentário

*