Esporte

Lutadores representarão São Mateus do Sul no Gladiator Combat Fight

Da esquerda para a direita: Kaio Maciel e Kaike Maciel. Os gêmeos lutam desde os oito anos, e participarão de um dos mais tradicionais campeonatos de luta de Curitiba. (Foto: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

Os gêmeos Kaio Maciel e Kaike Maciel, de 16 anos, juntamente com Rafael Ribeiro de 29 anos, estarão representando São Mateus do Sul em um dos mais tradicionais eventos de luta de Curitiba, o Gladiator Combat Fight, que acontecerá no dia 29 de julho. O foco do campeonato é a disputa de Artes Marciais Mistas (MMA), boxe, submission e K1. O principal diferencial é que os lutadores são convidados para participar, levando em consideração sua competência dentro do octógono.

Focados em seus objetivos, os rapazes estão treinando pesado nos últimos meses para trazer bons resultados na luta. “Treinamos todos os dias, intercalando as lutas com a academia”, afirmam os gêmeos. Os irmãos tiveram o primeiro contato com essa área esportiva aos oito anos de idade, e um dos principais motivos para o início da atividade física foi o excesso de peso na infância, que trazia como consequência na vida das crianças o bullying.

Naturais de Jaguariaíva, localizada no centro oriental do Paraná, os gêmeos residem em São Mateus do Sul há alguns anos e ressaltam que a prática das artes marciais teve um grande desenvolvimento nas academias de luta do município, mudando dessa forma o desempenho físico de cada um. “Quando estamos lutando é difícil descrever o que sentimos. A adrenalina toma conta de tudo”, dizem.

Participando de outros campeonatos regionais, os irmãos já trazem consigo alguns prêmios em suas modalidades, como destaques no Campeonato Sul Brasileiro. “Uma das principais dificuldades enfrentadas é a dieta que precisa ser regrada na semana da competição, pois passamos por uma pesagem um dia antes”, explicam.

Os lutadores agradecem o apoio recebido por empresas são-mateuenses que incentivam a prática esportiva e sempre colaboram com recursos materiais e financeiros nos campeonatos. “A luta proporcionou muitos pontos positivos em nossa vida, como a melhora em nossa confiança.”

Kaio e Kaike encerram a entrevista afirmando que pretendem seguir carreira profissional nas artes marciais.

Artes marciais e o cotidiano

Na correria da vida moderna, repleta de trabalho, compromissos e preocupações, é normal as pessoas passarem pelo estresse diário. Para suprir esses problemas, é recomendável fazer alguma atividade para descarregar toda nossa energia, e que ao mesmo tempo, abasteça de ânimo e satisfação pessoal. Nada melhor que um bom treino de alguma arte marcial.

Percebendo estas vantagens, muitos pais colocam seus filhos para treinar desde cedo, e possivelmente estas crianças serão adultos mais realizados, com alta autoestima.

Além dos benefícios físicos, já está comprovado que o esporte traz inúmeros benefícios psicológicos, estimulando a capacidade de concentração, o controle emocional, o autoconhecimento, o aprendizado com as vitórias e derrotas e principalmente o desenvolvimento do espírito de competitividade sadio.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
São Mateus Futsal estreia no Campeonato Paranaense de Futsal Série Bronze sábado (20)
Samas Fit incentiva o hábito saudável da comunidade são-mateuense
Um breve apanhado histórico do futebol são-mateuense