O projeto realizado em São Mateus do Sul é considerado o mais completo do país, garantindo premiações à nível nacional. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

O Plano Diretor de Arborização Urbana, que está sendo estudado e desenvolvido em São Mateus do Sul desde 2015, foi entregue para a equipe da Prefeitura Municipal para revisão. Em reunião realizada no dia 12 de agosto, na sala de reuniões da Prefeitura, a equipe responsável pela elaboração e estudo do projeto apresentou o material impresso e os dados encontrados no município. “Estamos muito felizes em entregar o material que foi ‘adotado’ por muitos profissionais da área ambiental”, apresenta Ciro Duarte de Paula Costa, engenheiro florestal e um dos coordenadores do projeto.

O trabalho desenvolvido em cooperação técnica entre a Prefeitura Municipal e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) é considerado o projeto mais completo de arborização urbana do país, atendendo 100% das exigências do Ministério Público do Paraná. O estudo realizado em São Mateus do Sul contou com a participação de mais de 15 universidades de todo o país e ganhou premiações à nível nacional pela metodologia desenvolvida.

Ao todo foram catalogados 286 quilômetros de via urbana nos 15 bairros de São Mateus do Sul. A equipe realizou uma pesquisa com mais de 2 mil moradores, no qual ouviram suas opiniões sobre as preferências de árvores e como está a relação dos munícipes com a área ambiental. O Plano avaliou a arborização do município, propôs medidas de controle e o planejamento de uma nova arborização para a cidade.

Participantes da reunião que aconteceu no dia 12 de agosto.

Hoje São Mateus do Sul conta com 18.184 árvores registradas, número que engloba espécies nativas, invasoras, tóxicas e com alguma dificuldade de desenvolvimento. A equipe busca orientar a Prefeitura Municipal para o manejo adequado das espécies que precisarão ser retiradas e também as novas que chegarão para plantio. A Prefeitura também conta com a colaboração da Copel para a aquisição de mudas e apoio nas podas das árvores.

Flávia Gizele Konig Brum, engenheira floresta, professora da UTFPR e também coordenadora do projeto, explica que a arborização vai além dos cuidados ambientais. “É importante frisar que uma cidade arborizada do jeito certo garante saúde pública, atratividade econômica e valorização imobiliária. As árvores são infraestrutura viva”, afirma.

O secretário municipal de meio ambiente, Helio Toshio Sakurai, acredita que o projeto trará grandes resultados para as futuras gerações são-mateuenses. “O plano vai facilitar o trabalho da secretaria municipal de meio ambiente, pois contascom todos os dados da área urbana catalogados.”

O Plano Diretor de Arborização Urbana está sendo revisado pela equipe das secretarias do município, e passará por posterior aprovação em audiência pública. A equipe da Gazeta Informativa estará divulgando as datas dos próximos eventos de divulgação do projeto.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Prefeitura fecha o cerco contra vandalismo e crimes ambientais no Centro Esportivo
4 toneladas de resíduos eletrônicos foram recolhidos no Dia do Descarte Consciente
A conscientização vem de nós

Deixe seu comentário

*