Manifestação silenciosa e pacífica. (Fotos: Alexandre Müller/Portal Ouro Vivo)

Em São Mateus do Sul, na última terça-feira (9), o trecho urbano da BR-476, nas proximidades do trevo que fica próximo ao Posto Triângulo, foi alvo de uma manifestação.

Empresários que possuem seus estabelecimentos às margens da rodovia, cansados de reivindicar às autoridades, principalmente ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) – por melhorias no referido trecho, resolveram enaltecer suas angustias expondo um boneco (no estilo Judas da véspera da comemoração da Páscoa).

O boneco, sentado à beira da pista e com uma vara de pesca, simboliza o descontentamento dos empresários e moradores que, durante anos reivindicam por melhorias no acostamento do trecho – que diariamente oferece perigo à motoristas e pedestres.

Segundo o idealizador do personagem, Walter Teixeira, proprietário da BR Caminhões, por diversas vezes ele e os demais empreendedores solicitaram ao DNIT e a empresa responsável pela manutenção da rodovia, a Engemass – Engenharia, que fizessem as melhorias, pois muitos motoristas e pedestres correm risco de vida ao acessarem o lado direito ou esquerdo da pista, que está totalmente tomada por buracos.

Quando chove a situação só piora, pois forma-se uma imensidão de lagoas de água, acumuladas nos diversos buracos, por muitas vezes escondendo o perigo.

O empresário relata que ele e os demais proprietários, já propuseram ao DNIT para arcarem com a responsabilidade de resolver o problema, adquirindo e espalhando pedras, por exemplo. Por sua vez, o órgão federal salienta que os empresários não podem fazer isso, pois se refere à um trecho de sua responsabilidade e qualquer intervenção, com pedras, por exemplo, poderia ocasionar um acidente, quando poderiam estar “sujando a pista”.

O boneco, ainda não batizado retrata a ausência de perspectiva dos empresários, haja visto, que é bom esperar sentado para que se chegue a uma solução e a expectativa, é que as autoridades competentes podem ver a manifestação e tomem as devidas providências, destaca o empresário.

Da redação com informações de Alexandre Müller/Portal Ouro Vivo

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Plano Diretor é apresentado para a população são-mateuense
Obra da Rua do Mate já está ganhando forma
Como doar parte do IR de 2020 para projetos sociais