Geral

Manifestação em prol da Casa Familiar Rural acontece em São Mateus do Sul

Cerca de 400 pessoas, entre professores, pais, alunos e comunidade em geral, participaram de uma manifestação, na manhã de terça-feira, 11, em São Mateus do Sul, que mobilizou a população contra um possível fechamento da Casa Familiar Rural, que em São Mateus do Sul atua desde 2006 e atende também o município de Antonio Olinto. No momento atual conta com 52 alunos no curso Técnico em Agroecologia e desempenha projetos que já tiveram destaque nacional. As atividades ligadas ao campo estimulam a permanência dos jovens no meio rural, com capacitação para prosperar em suas comunidades e colaborar por um dos principais setores da economia local.

A manifestação foi organizada pela associação da Casa Familiar Rural, juntamente com a equipe de trabalho, a documentadora escolar Bernadete Wolochen e Câmara dos Vereadores. “Podemos considerar que a manifestação foi um sucesso, devido ao grande público que se fez presente. Percebemos uma demonstração de carinho pelos pedestres e motoristas ao aceitarem os informativos distribuídos durante o percurso. O comércio com gesto de solidariedade fecharam as portas, exibindo cartazes de apoio ao movimento”, conta a coordenadora da Casa familiar Rural, Sirlei Janine Blaskevicz.

A concentração ocorreu na praça da Rodoviária Municipal, sentido à Rua Ulisses Faria, seguindo pela Rua Barão do Rio Branco, passando em frente à Prefeitura e retornando a rodoviária pela Avenida Ozy Mendonça de Lima.

De acordo com Sirlei, o objetivo da manifestação foi esclarecer a população de São Mateus do Sul e Antonio Olinto a respeito da atual situação que se encontram as Casas familiares Rurais, em especial a Casa Familiar de São Mateus do Sul.

Desde 2014, os repasses do convênio com o governo que garante o quadro de funcionários técnicos, estão atrasados, dificultando as atividades das Casas Familiares Rurais. Em 2015 as dificuldades se agravaram, foi reduzida a carga horária de professores da Secretaria de Educação a Distância – SEED, encerrado contrato com funcionários administrativos e vários meses de salário em atraso dos professores das disciplinas técnicas profissionalizantes contratados pelo convênio firmado entre Governo Estadual e Associação Regional das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil – ARCAFAR-SUL.

Em nome de todos os envolvidos, Sirlei faz alguns agradecimentos: “Agradecemos a equipe de professores, funcionários e pais, a Escola Base Colégio Estadual Duque de Caxias, Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores de São Mateus do Sul e Antonio Olinto, Secretaria de Educação, Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de São Mateus do Sul e Antonio Olinto, do comércio e comunidade local, Conselho Tutelar, os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Colégio do Campo Professor Eugênio de Almeida, a documentadora escolar, ao CDL, os meios de comunicação e a todos que de uma forma ou de outra contribuíram e participaram direto ou indiretamente para o sucesso da manifestação”, conclui.

O que é a Casa Familiar Rural?

A Casa Familiar Rural é um espaço destinado à formação de jovens do meio rural e pesqueiro, que recebem formação técnica, profissional e gerencial, tendo como objetivo qualificar esses jovens e oferecer alternativas de renda e de trabalho, para assim permanecerem e beneficiarem a própria região. As aulas na Casa Familiar Rural são em sistema de alternância.

A Associação Regional das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil (Arcafar Sul) é a responsável pelo projeto, administrado por órgãos públicos e privados e pela família dos alunos que estudam na Casa. No Paraná, as casas familiares rurais são administradas pela Secretaria de Estado da Educação.

Confira a galeria de fotos:

 

Últimos posts por Thaís Siqueira (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Pedro Parente deixa o cargo de Presidência da Petrobras
Petrobras anuncia venda de oito refinarias e decide reduzir participação na BR Distribuidora
Com múltiplas personalidades, mulher cega volta a ver