(Imagem Ilustrativa)

Em coletiva que atualizou os casos de coronavírus no Brasil nesta quarta-feira, 26, em entrevista ao programa Central GloboNews, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recomendou que os brasileiros evitem bebidas tradicionais como tereré e chimarrão. “No caso de estados como Mato Grosso do Sul, de onde venho, e do Rio Grande do Sul, recomendamos que as pessoas evitem bebidas que são compartilhadas de boca em boca, como o tereré e o chimarrão”, disse o ministro.

Mandetta também reforçou a recomendação de se lavar as mãos com água e sabão, com muita frequência. “Previne o contágio não somente desse, mas de várias doenças”, disse o ministro.

O chimarrão, embora seja tradição gaúcha, é consumido igualmente em Santa Catarina e também tem apreciadores em todo o Brasil e até no exterior.

O ministro disse que gotículas de saliva que ficam na bomba contaminam outras pessoas caso alguém seja portador do coronavírus. Ele afirmou que nesta fase em que não há tratamento, o consumo dessas bebidas deve ser de forma individual.

FONTE: JMais

Redação

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Vacinação contra a influenza iniciou nesta quarta (10)
Médicos plantonistas do Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes abdicam de valores e geram economia de R$ 300 mil aos cofres da entidade
Campanha Janeiro Branco destaca a importância da saúde mental