Marcos Augustin, conhecido no município como “Marquinhos da Revecar”, conseguiu nessa primeira etapa a primeira colocação nas modalidades VX45 e VX50. (Foto: Acervo Pessoal)

Aconteceu nos dias 23 e 24 de março, no município da Lapa, a abertura dos Campeonatos Brasileiro e Paranaense de Velocross, modalidade esportiva que envolve pilotos de motos Trial ou Off-Road, usadas também no Cross Country, Enduro de Regularidade e no Motocross. A principal diferença do Velocross com esses outros estilos esportivos está na preparação da moto e no estilo de pista que vão competir. A abertura do evento abrangeu 20 categorias e premiação de mais de R$ 20 mil.

O morador de São Mateus do Sul, Marcos Augustin, conhecido no município como “Marquinhos da Revecar”, conseguiu nessa primeira etapa a primeira colocação nas modalidades VX45 e VX50, destinada à pilotos acima de 40 anos na categoria motos nacionais força livre. “Me senti orgulhoso com essa vitória, principalmente por ser um campeonato à nível nacional e estadual. Essa competição bateu o record de inscrições feitas”, destaca o piloto. Ele comenta que essa etapa foi histórica no número de participantes de todo o Brasil, 550 no total, com competidores vindos de Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande e outros estados brasileiros. “Estou confiante e animado para as próximas etapas do campeonato”, garante.

Natural de Mafra – Santa Catarina, Marquinhos está em São Mateus do Sul há mais de 40 anos, e comenta que participa do Velocross desde os 30 anos de idade. “Realizo os treinos em uma pista própria e também na região. Me dedico também no preparo físico constante, com atividades na academia, luta e corrida”, apresenta. Marquinhos ressalta que seu principal impulso para iniciar no Velocross foi a admiração no esporte sobre duas rodas. “Minha motivação é tentar ser o tricampeão estadual, pois já somamos dois títulos para o Paraná, um em 2012 e outro em 2014”. O piloto também conta com o apoio da esposa Priscila, que lhe ajuda nas etapas totais e também é apaixonada pelo esporte.

A próxima fase do campeonato paranaense acontecerá nos dias 4 e 5 de maio, na cidade de Campina Grande de Sul. A expectativa é que as provas mantenham o mesmo padrão de qualidade, proporcionando grandes momentos para todos os envolvidos.

Para o presidente da Federação Paranaense de Motociclismo, Gilberto Rosa (Juba), a primeira fase foi uma grande festa. “O saldo foi bastante positivo, realmente nos surpreendeu. Isso se deve ao bom trabalho realizado, junto as outras duas federações da região sul, em especial a catarinense, que esteve aqui conosco durante o evento, e também ao Motoclube da Lapa, com um suporte incrível. Gostaria de agradecer a todos, sem esquecer dos pilotos e patrocinadores”, ressalta.

Ainda subiram ao lugar mais alto do pódio: Carlos Eduardo Franco – venceu a categoria principal de ponta a ponta, a VX1, e também a 230cc Pró; Lucas Nogueira – TR125F Adultos; Kauã de Souza – 65cc; Vitor de Borba – 85cc; Fabricio Rondoni – 200cc; Alex Alarcon – Força Livre Nacional; Anderson da Luz – Intermediária Nacional; Vitor Oliveira – TR100F; Maiara Basso – VXF Especial; Mozara Bittencourt – VXF Nacional; Rodrigo Taborda – VX2; Edenilson Batista – VX3 Especial; Marcio Lago – VX3 e VX4 Nacional; Willian Guimarães – VX4 e VX45 Especial; e Marcelo Marques – VX5 Especial.

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br
Cláudia Burdzinski

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Desafio Serra do Rio do Rastro leva são-mateuense ao pódio
Demonstrações de artes marciais são realizadas em evento aberto ao público
São Mateus Futsal inicia os treinamentos para o Campeonato Paranaense de Futsal – série bronze

Deixe seu comentário

*