Geral

Morre Jorge Train, ex-prefeito de Antonio Olinto

Na manhã de sábado, 10 de junho de 2017, Antonio Olinto amanheceu mais triste. O querido Jorge Train, ex-prefeito por dois mandatos, faleceu em sua residência aos 84 anos de idade. (Foto: Gazeta Informativa/Arquivo)

Jorge Train e seu irmão gêmeo Jayme Train (também ex-prefeito de Antonio Olinto que reside atualmente na comunidade do Imbuial), nasceram no ano de 1932 em Rio Negro (PR), no bairro Passa Três, filhos do casal Pedro e Bertha. Nesta época a colônia Antonio Olinto pertencia ao município de Rio Negro que estava se desenvolvendo com rapidez devido a terceira leva de imigrantes que estavam chegando do leste europeu devido as tensões que geraram a Segunda Grande Guerra Mundial. A chegada dos imigrantes gerou grande consumo de madeira e muitas madeireiras se estabeleceram na região, e seu Pedro Train decidiu se residir nesta colônia e veio com sua família para próximo da estrada da Água Amarela que ligava o município da Lapa com a Estação Ferroviária e telegráfica do Bugre (antiga estação de trem, no passado era a área mais desenvolvida da região) próximo a Três Barras. Essa região é conhecida atualmente pelo nome de Posto Train, devido ao posto de combustível construído pela sua família antes mesmo da chegada da pavimentação de asfalto. Além do seu Jorge e seu Jaime, o casal Pedro e Bertha tiveram mais cinco filhos: Julia (casada com o seu João Schafauser), Izolda, Nair, Pedro e Valdemar.

O seu Jorge, como era carinhosamente chamado pelos amigos, foi casado com Juraci Lopes Train da qual teve oito filhos: Cleide Maria Train, Cleia Regina Train, Claudemir Jorge Train, Claudinei Antonio Train, Cleoni Terezinha Train, Cleoci Aparecida Train, Cleomara de Cassia Train e Claito Henrique Train (Kako) já falecido. A companheira até o momento final da sua vida foi a querida Dona Alda (Aldair Arcilio), uma das primeiras professoras do grupo escolar de Antonio Olinto (Colégio Estadual do Campo Duque de Caxias). Após um acidente de automóvel seu Jorge ficou com a saúde fragilizada, a qual piorou pelo estado depressivo devido a perda de um de seus filhos num grave acidente de automóvel na BR 476 entre São Mateus do Sul e Antonio Olinto.

O seu Jorge foi prefeito de Antonio Olinto por dois períodos, o primeiro com posse no dia 23 de outubro de 1965, sendo que foi no período do seu segundo mandato (1987 a 1992) em que ocorreu a realização da pavimentação da PR 281, rodovia João Francisco Siqueira, trecho em que liga a sede do município até a rodovia do Xisto, BR 476. Além de prefeito ele também foi vereador em dois mandatos.

Jorge Train é lembrado com muito carinho pelos familiares, pelos amigos e pelo povo de Antonio Olinto. Natal Pietraszek contou que ele foi um dos prefeitos que mais ajudou o povo, principalmente em momentos difíceis. Conta o episódio em que ajudou a socorrer a sua mãe levando ela em seu carro próprio para o Hospital Evangélico em Curitiba. Dona Julia Pietraszek, moradora da comunidade dos Três Poços, que hoje tem 84 anos e lembra com saudade desse amigo.

Na página do facebook, no grupo Memórias de Antonio Olinto, entre os depoimentos deixados abaixo da notícia do seu falecimento está a do atual prefeito Fabio Machiavelli, o qual diz: “desde que assumi a prefeitura em 2013, seu Jorge sempre me fazia visitas lá na prefeitura municipal, me contou algumas histórias, me deu bons conselhos e muitas vezes veio me parabenizar quando de alguma aquisição ou obra que fizemos, sempre respeitoso e humilde”. Esta mesma humildade foi citada por diversas pessoas, dentre as quais, o do senhor Augusto Wollf e da advogada Dione Bernardin a qual também dizem que ele “é um exemplo de generosidade”. Para finalizarmos, repetimos aqui as palavras do Roberto Mileo: “Seu Jorge tem o nome marcado na história de Antonio Olinto, como administrador e pessoa”. Expressamos aqui o nosso sentimento a Dona Alda, aos seus filhos e a todos os seus familiares e amigos.

Na esquerda, Jorge Train que faleceu e na direita, seu irmão gêmeo Jaime Train.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Paraná ganha o 1º hospital oncopediátrico da Região Sul
São Mateus do Sul está entre as 20 melhores cidades para se viver
Chuva diminui e onda de frio chega em São Mateus do Sul