Educação e Cultura

Mostra Cultural traz discussão de gênero e diversidade no Adolescentro

Adolescentro promove IV Mostra Cultural junto dos alunos atendidos pela entidade. (Fotos: Alexandre Müller/Gazeta Informativa)

Aconteceu na sexta-feira (20), na sede do Adolescentro, em São Mateus do Sul, a IV Mostra Cultural que trouxe o tema Gênero e Diversidade. A mostra desenvolvida por alunos e professores foi visitada por diversos alunos do município que puderam acompanhar de perto a criatividade das crianças e adolescentes que demonstraram o tema em cartazes, músicas e apresentações teatrais.

De acordo com Tamires Franco, presidente da entidade “vivemos em um mundo em que reina a pluralidade, religiosa, cultural, sexual ou étnica, e essa diversidade deve ser respeitada”. Que também enfatiza que essa colação remete muita simplicidade, respeito ao próximo e da importância de aprender isso desde cedo. “Porém, os noticiários, as redes sociais e o discurso dos indivíduos nos mostram uma realidade totalmente antagônica a isso”.

Pessoas morrem diariamente por simplesmente serem quem são. E é pensando nisso que o ensino, a educação sem humanização tornam-se inválidos. “Assusta-me pensar que discutir ‘Gênero e Diversidade’ gere tanta polêmica, crítica e, até mesmo, repulsa por boa parte da sociedade. Não deixemos nos intimidar”, afirma Tamires.

Foi quebrando esse vício cultural e utilizando da pedagogia da liberdade, que as professoras abordaram temas como direito das mulheres, feminicídio, homofobia, racismo, formação do machismo durante a primeira infância, até a realização da Mostra Cultural.

“Obtivemos muito êxito, partindo do pressuposto que, se de nossos 200 alunos, 3 ou 4 mudaram suas concepções e repassaram isso adiante, reafirmo, tivemos muito êxito. Afinal, a educação é a maior corrente do bem. E é pensando em tudo isso, que nós, Adolescentro, além de preparar cidadãos críticos e politizados, temos como principal missão, despertar em nossas crianças e adolescentes o sentimento de amor ao próximo, a humanização, e assim, contribuir para um mundo um pouco menos hostil”, enaltece a dirigente que agradece as professoras, alunos e visitantes.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Páscoa também é solidariedade
Senac São Mateus do Sul realiza 1º Seminário de Saúde e Tecnologia
Instituto Histórico e Geográfico elege as primeiras cadeiras