Reflexão com Padre Marcelo S. de Lara

Na religião, uma resposta que se busca

(Foto: Divulgação)

O ser humano que deseja levar a sério sua vida, vai em algum momento se perguntar do sentido dela. Por que está aqui? Por que levar adiante seus projetos se sabe que um dia sua vida terrena acabará?

É claro que, para aquele que não professa alguma fé a visão é outra. Ele pode dar a resposta que, se possuímos uma única vida terrena e que esse mundo passa, então deve-se aproveitar viver o melhor possível, porque a vida passa. Talvez a sua dificuldade seria em explicar ou entender o motivo ou o sentido de uma existência que simplesmente passa.

O campo da fé dá a resposta, revela o sentido da vida para aquele que tem fé, ou seja, que acredita nessa resposta. Contudo, para se crer é preciso uma abertura da mente e do coração, uma aceitação livre.

A religião é o campo que irá dizer para as pessoas que, além dessa realidade material existe outra realidade, a espiritual. A religião tem o papel de mostrar essas duas realidades e conduzir o ser humano a vivê-las.

Aquele que vive uma religião verdadeiramente, a vive porque encontra nela o sentido para sua vida, encontra respostas que o satisfazem. Mesmo sabendo que essa realidade material passa, crê que a vida não é apenas a material, mas, sabe que sua vida encontra a plena realização num plano superior, espiritual, porque a realidade espiritual é algo que não passa. A vida tem uma continuidade é eterna ou seja, é para sempre.

Não se diz é claro que há uma separação, ou uma rivalidade entre o espiritual e o material, mas que os dois estão unidos. A vida espiritual depois de ter passado a vida material seria a vida completa, perfeita que agora encontra sua plena realização.

Aquilo que faltava no campo material, que não era compreendido até o momento é completado no campo espiritual. É como a expressão: “Só se vê o motivo, o sentido do caminho que se está percorrendo após ter chegado ao final dele”.

A VIDA, é um elemento que não começou a existir um dia, mas que sempre existiu. A vida que temos é digamos um prolongamento, uma ramificação da VIDA que vem de um ser superior, de Deus, dê o nome a qual queira chamar. Por isso, ela não tem fim, porque sempre existiu.

Essa vida que o ser humano recebe tem sua continuidade e, a religião, os ensinamentos da fé vem ensinar e tentar conduzir o ser humano a trilhar por caminhos que, na vida que vive possa ir encontrando sua realização, sua felicidade que no momento ainda não é completa. Essa vida terá sua realização final e perfeita quando estiver nessa realidade espiritual que não é passageira e não se corrompe como aquilo que é material.

É por isso que muitos vivem, professam, dão a vida por uma fé. Não que estejam iludidos, ou cegos, ou sem razão, mas porque encontraram na fé a razão da vida que levam, que possuem, encontraram aquilo que o mundo simplesmente material não conseguiu oferecer. A fé e a razão não estão em oposição, não se contradizem, caminham juntas. É racional crer, acreditar que nem tudo se explica por aquilo que vemos.

A vida tem um sentido imenso que talvez não se percebe por não se buscar essa resposta. A fé, a religião, a espiritualidade é um dos caminhos que conduz na busca da resposta que se procura.

Últimos posts por Pe. Marcelo S. de Lara (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Gazeta Informativa, mudando para melhor servir
O lugar de Maria na Igreja
A confiança nas Instituições