Artigo de Opinião

Não faça do final desse ano o final

Sabe aquele momento em que as pessoas começam a montar os pinheirinhos de natal? Ou quando você sai à noite e as vitrines das lojas estão iluminadas e enfeitadas naquele clima natalino, e você para, pensa, e comenta com a pessoa do lado “nossa final do ano está aí já!”.

Escutei uma frase de que, “não terminei nem de pagar os ovos da páscoa, e agora vou fazer mais prestação para o natal”, e mesmo parecendo uma brincadeira, você acaba percebendo como o tempo passou, e está passando cada vez mais rápido.

Hoje é dia 1º de dezembro, e o climinha de correria, confraternizações, natal, amigos secretos, ceias e réveillon está batendo na porta de nossas casas. Quando tomamos a consciência de que os dias estão corridos, é que colocamos no papel que estamos cada vez mais próximos de um momento em que não basta apenas marcar datas comemorativas, mas comemorá-las realmente.

O clima festivo entre famílias e amigos faz do final de ano um momento único e fraterno entre todas as pessoas. Ouvi dizer uma vez de que as pessoas só lembram em ajudar o próximo nessa época do ano, porque esse clima de solidariedade acaba preenchendo o coração até dos indivíduos mais frios.

Mas acredito que quando olhamos a solidariedade apenas voltada para finais de ano é que percebo que não é só do nascimento de Jesus Cristo e do próximo ano que está vindo que precisamos demonstrar para as outras pessoas como nos importamos com ela.

O final do ano está aí, mas não mude apenas o final de algo que você pode transformar no começo, no meio e no sempre. Feliz mês natalino!

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Cresci e mudei. E agora?
Você pode até estar calado, mas seu corpo continua falando
Educação sexual e saúde pública