Cidade

NDE passa a existir legalmente como entidade

Fotos: Thaís Siqueira/Gazeta Informativa

Presidente do NDE Timoteo Klich e vice-presidente Ingrid Eliane Hoch Ulbrich. (Fotos: Thaís Siqueira/Gazeta Informativa)

Aconteceu na noite de terça-feira, dia 11 de abril, o início da realização de um sonho que é acalentado por um grupo de empreendedores de São Mateus do Sul. Na sede da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) ocorreu a eleição da primeira diretoria do Núcleo de Desenvolvimento e Empreendedorismo, o NDE, que agora passa a existir legalmente como entidade.

O grupo de 22 empreendedores que participou dessa reunião histórica, aprovou o estatuto da entidade e em seguida promoveu democraticamente a eleição da primeira diretoria. Contando com mais de um ano de encontros e reuniões, além de ativa participação dos empreendedores locais era chegada a hora de se constituir a diretoria e dar prosseguimento aos trabalhos e alcançar as metas pretendidas, para transformar o presente e o futuro de São Mateus do Sul e região. Após a leitura e aprovação do estatuto, que foi o ponto central das reuniões realizadas pelo NDE, durante o começo desse ano, foi realizada a eleição da diretoria por voto direto dos sócios fundadores, aqueles que ao longo do tempo participaram ativamente de um número mínimo de reuniões. O grupo presente elegeu através de aclamação a chapa que ficou composta da seguinte forma: presidente Timoteo Klich, vice-presidente Ingrid Ulbrich, primeiro secretário Hugo Lopes Junior e segundo secretário Renato Possebom, primeiro tesoureiro Alexandre Godoy e segunda tesoureira Ângela Cabral Sakurai, e compondo o conselho fiscal, Luciano Castilho, Hélio Sakurai, Felipe Samistraro Staniszewski, Lauro R. Roehrig, Márcio Luis Staniszewski e Pedro Gilmar Rincão.

Em seguida a eleição foi elaborada a ata e assinada pelos presentes para que se realize o devido registro e o NDE passe a existir oficialmente como entidade e dê continuidade aos trabalhos, que serão intensos para transformar São Mateus do Sul, não numa cidade grande, mas sim em uma grande cidade para se viver e empreender.

O presidente eleito Timoteo Klich, um tanto surpreso com o resultado da eleição, pois apesar da sua participação ativa no NDE, não acreditava em sua escolha pelos presentes, que eram mais de dois terços dos que tinham direito a voto. “Fico surpreso com a minha indicação, mas aceito o desafio desta escolha, sabendo que qualquer um dos ativos participantes do NDE que fosse escolhido teria totais condições para dirigir esta entidade. Fico feliz em contar com a Ingrid, o Hugo, o Renato, o Alexandre, a Ângela e a todo o pessoal do conselho fiscal, sabendo que conto com a participação de todos, independente da função que exerce, pois aqui é um grupo de líderes e com muita união e participação de todos e apoio da CDL e Associação Comercial faremos muitas coisas. Agradeço a participação de mais de dois terços dos possíveis votantes, que deram muita legitimidade a essa eleição e ao grupo em si, trazendo a mim uma grande satisfação de participar de uma entidade formada por membros tão qualificados”, disse Timoteo aos presentes, encerrando os trabalhos.

O NDE é formado por empreendedores, seja empresário ou profissional liberal que reside e atua em São Mateus do Sul. Nasceu de uma ação inovadora da CDL em conjunto com a Associação Comercial, em procurar novos caminhos para o desenvolvimento e planejamento para São Mateus do Sul e região, após as notícias sobre o possível fechamento da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX). A empresa de grande representação para a cidade e região, não pode ser a única a nortear o desenvolvimento, principalmente o econômico do município, e assim formou-se o grupo para estudar alternativas e propostas que possam ser implementadas e em conjunto com a sociedade desenvolver de maneira sólida e planejada os rumos de São Mateus do Sul para os próximos 5, 10, 20 30 anos. O NDE já vem atuando há mais de um ano, com encontros, viagens, cursos, procurando adquirir o maior conhecimento possível de outras entidades semelhantes, mas elaborando alternativas próprias, com o conhecimento das reais necessidades e potenciais que existem em nossa região. As ações procuram aproveitar os pontos fortes existentes e realça-los, transformar esses pontos em realidades, também identificando as ameaças ou pontos fracos em oportunidades a serem devidamente exploradas e criando a estrutura de uma cidade economicamente capaz de atrair e receber novos empreendimentos e investimentos. A iniciativa também conta com grupos de trabalho nas áreas de turismo, agricultura, indústria, comércio e gestão, mas em breve, cada núcleo criado, deve incorporar os temas de infraestrutura e educação, que são as bases necessárias para o desenvolvimento de cada área.

Um exemplo de atuação do NDE, antes mesmo de contar com uma diretoria, foi a realização do Mês do Empreendedor 2016, que reuniu vários parceiros, resultando em uma programação extensa para diversos públicos e setores, disponibilizando eventos gratuitos para empresários, colaboradores e estudantes. O NDE também promoveu encontros com candidatos à prefeitura local, nas eleições do ano passado, e apresentou as principais reivindicações como forma de garantir sintonia entre o núcleo e o administrador municipal.

O constante contato do NDE com entidades diversas que promovem o desenvolvimento de regiões ou de cidades, é uma das marcas da entidade. A formação de planos de trabalho para o desenvolvimento local, tem sido baseado na busca do conhecimento e experiências existentes e no conhecimento que os empresários locais têm da nossa realidade, adaptando e propondo novas ideias, para que São Mateus do Sul tenha uma linha de desenvolvimento nas diversas áreas como um todo. Não se busca apenas trazer empresas, mas possibilitar a vinda de empresas que agregue mão de obra, tecnologia e conhecimento e que esta conviva e possibilite o crescimento da nossa agricultura, que tenha condições de formar mão de obra na cidade. Que a tecnologia existente para a agricultura venha a ser efetivamente aplicada localmente e nossos produtos agrícolas sejam aqui transformados também, produzindo riqueza em nossa cidade ou região. Que o comércio local não apenas seja forte, mas um exemplo de atuação e gerador de empregos. Que o turismo local conviva tranquilamente com a indústria e a nossa riqueza cultural.

Enfim o NDE está pronto para dar continuidade ao seu plano de desenvolvimento e planejamento de São Mateus do Sul, assumindo em conjunto com o poder público as perspectivas futuras para direcionar nossa cidade no caminho do crescimento e desenvolvimento sólido, com planejamento direcionado e metas a serem perseguidas para o bem comum.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Expomate marca o fim de semana são-mateuense
Mais de 500 pessoas participam do jantar dos torcedores do Clube Athletico Paranaense
Associações e entidades tentam viabilizar a implementação do PRODEC no município