Especial

Nostalgia e boa música marcaram o 3º Encontro dos Carros Antigos em São Mateus do Sul

O evento reuniu expositores de diversos lugares da região, que prestigiaram a terceira edição do encontro em São Mateus do Sul. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

O sentimento de viagem no tempo misturado com aquelas recordações bonitas fizeram parte do 3º Encontro dos Carros Antigos nesse fim de semana em São Mateus do Sul, onde moradores relembravam das histórias com os veículos de época. Teve lembrança de casamento, elogios pela conservação dos carros, relatos emocionados e admiração pelo evento. Mesmo com a chuva no domingo (18), a paixão dos proprietários pelos veículos antigos foi maior do que o mau tempo.

De acordo com Emerson Massoqueto Batista, Presidente do Clube Amigos do Carro Antigo, que organizou o evento, a parte mais gratificante de todos esses dias de planejamento foi o empenho de todos os membros do clube. “Esse foi o momento mais marcante para mim”, afirma.

Ao som de Creedence Clearwater Revival e outros clássicos dos anos 60, 70 e 80, que ecoavam nas Ruas Dom Pedro II, Barão do Rio Branco e 21 de Setembro, os cerca de 100 carros estacionados vindos de Ponta Grossa, Palmeira, Reserva, Irati, Mafra, Canoinhas, Três Barras, União da Vitória, Major Vieira e São Mateus do Sul eram o ponto de encontro de familiares e amigos. Segundo a organização, o veículo mais antigo era do ano de 1951, com placas de Curitiba.

O show com o cover do Bee Gees na sexta-feira (16), e o esquenta no sábado (17) também marcaram o feriado são-mateuense. “O show animou os que curtem um bom clássico do rock and roll”, diz Massoqueto. Segundo a organização, todos os participantes que estavam no encontro levaram para casa uma recordação de São Mateus do Sul no momento do sorteio dos brindes. “Ficamos felizes e agradecemos todas as lojas que nos apoiaram disponibilizando presentes para o pessoal”, agradece o presidente do clube. Teve também premiações e entrega de cinco troféus para os destaques do evento.

Para a são-mateuense Karina Wavrzenczak, de 21 anos, o que mais lhe chama a atenção nesses encontros é a variedade dos veículos. “Acho super legal ainda existir todos esses modelos e ter tanta gente que tem interesse em cuidar e conservar a história dos carros”, diz. A família de Karina sempre foi envolvida com carros antigos, seu pai e alguns tios já tiveram alguns modelos, e essa paixão foi passada de geração para geração. “Participei de todos os encontros que tiveram aqui em São Mateus e alguns de fora também. Na minha opinião, é um investimento bem alto ter um carro antigo todo original. A parceria de todos que estavam expondo foi bem legal também, explicando uns aos outros sobre o próprio carro”. A jovem comenta que futuramente pretende participar desses encontros com o seu fusca 1967.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
São-mateuense conquista espaço como motorista de ônibus e busca inspirar mulheres
Grupo resgata a integridade do idoso em São Mateus do Sul
O auge dos mais de 100 anos