Região plana com energia de alta tensão. (Fotos: Hugo Lopes Júnior/Gazeta Informativa)

Um dos pilares da gestão da prefeita Fernanda Sardanha e que foi também carro chefe de sua campanha, está dando um grande passo para se concretizar. Nessa quarta-feira dia 5 de maio, Fernanda Sardanha juntamente com o secretário de Indústria e Comércio Carlos Roberto Chaves, no período da tarde foram apresentar o local onde será construída a nova área industrial de São Mateus do Sul, para os vereadores e a imprensa que também se fez presente.

Com quase 20 alqueires, o futuro parque industrial de São Mateus do Sul fica localizado na PR-151, na localidade da Água Suja, sentido a Três Barras. O local é todo plano, não sendo necessário serviço de terraplanagem, é servido de rede de energia elétrica de alta tensão, e é próximo ao cruzamento com a BR-476, além de ficar próximo ao futuro desvio da BR-476, se este vier a ser executado. É uma área escolhida por sua privilegiada localização, ser plano, e reunir diversas vantagens para o destino previsto.

A geração de empregos passa pela atração de empresas e a área industrial vai possibilitar a chegada de novos empreendimentos, quer sejam de empresários locais ou empresários de outras localidades que encontrarão aqui uma ótima estrutura para se instalar, investir e crescer. O local poderá abrigar empresas de diversos tamanhos e diferentes setores, inclusive com alta demanda de energia elétrica.

Muito espaço plano em área já limpa, onde era local de plantação.

Uma área que deverá abrigar muitas industrias em breve.

Segundo o secretário Chaves, as empresas que se instalarem aqui terão alguns rígidos critérios técnicos e ambientais a cumprir, além do compromisso de gerar emprego e renda. Entre os critérios para cessão das áreas e que serão fiscalizados rigidamente tem entre outras exigências, a de implantação dentro dos prazos, sem desvirtuar as funções acordadas. A ideia é evitar que empresas demorem a se instalar ou acabem nem se instalando e mesmo utilizem essa área para depósito ou atividade que não gerem empregos.

A área total já foi adquirida com recursos próprios, num investimento de R$ 3 milhões, e segundo a prefeita Fernanda Sardanha, também já foram disponibilizados outros R$ 3 milhões para a implantação de toda a infraestrutura do local. “Esse recurso para a infraestrutura vem do governo do estado a fundo perdido, numa intervenção direta do governador Ratinho Jr e do deputado estadual Alexandre Curi”, comentou Fernanda Sardanha, destacando quem está contribuindo com essa realização.

Vista aérea do local do distrito industrial. (Divulgação: Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul)

Para as obras de arruamento, distribuição de energia, água e esgoto, os recursos estão assegurados, assim que os projetos necessários estiverem prontos, partirão para as licitações, processo esse que demanda um pouco de tempo, devido aos prazos existentes, mas é uma obra tão esperada e já está saindo do papel, no início da nova gestão.

O local receberá um trevo de acesso, terá pátio de manobras e estacionamento e também terá um centro de eventos empresarial. As empresas que comporão o parque industrial, não poderão ser poluentes, deverão ter processos já estabelecidos, será um local para se instalarem e crescerem. Não será local para incubadoras, essas terão espaços apropriados para tal, para futuramente se instalarem-no parque industrial.

A Secretaria de Indústria e Comércio está promovendo um novo projeto para as incubadoras tecnológicas e startups, utilizando o espaço existente na região do Paiol Grande, e contará com possibilidade de alocar outros espaços para implantar essas indústrias nascentes em nossa cidade. O plano é possibilitar a criação de empresas e a geração de empregos e renda, e não serão medidos esforços para concretizar as ideias de empreendimentos que venham a surgir e necessitem de um apoio inicial para crescerem e desenvolverem-se.

O parque industrial terá disponível 500 mil m² de área que no futuro bem próximo, mais do que gerar impostos, estará gerando emprego e renda, beneficiando a todos, movimentando todo o nosso comércio e serviços, e principalmente promovendo o crescimento de São Mateus do Sul. Essa obra também contará com apoio e parceria das secretarias de Indústria e Comércio, Obras, Administração, Finanças e de Planejamento, do governo do estado, que colaborará de diversas maneiras com o crescimento dessa área industrial, promovendo o desenvolvimento de toda a região.

Hugo Lopes Júnior
Últimos posts por Hugo Lopes Júnior (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Licitações públicas foi tema de palestra nesta terça (22) em São Mateus do Sul
Exame de corpo de delito é pauta em segundo encontro de grupo de mulheres
Audiência Pública aborda a revitalização da Rua Ulisses Faria e criação da Rua do Mate