Prismas

O cérebro também atrofia

(Imagem Ilustrativa)

O cérebro humano é uma máquina poderosa e ainda pouco decifrada. Alguns estudos científicos sugerem que apenas 20% da capacidade cerebral é geralmente utilizada. Certas pessoas conseguem “despertar” uma pequena parte desta capacidade adormecida e assim tornarem-se diferenciadas, com uma mente privilegiada, como defendem os estudiosos da parapsicologia.

Capacidade cerebral, a grande maioria da população a tem de forma plena (os 20%), mas nem sempre fazem bom uso. O cérebro precisa ser estimulado, desde a mais tenra idade até a idade mais avançada, sob pena de atrofia. Como diz o ditado “vivendo e aprendendo”, e isto deve acontecer até o último sopro de ar de nossos pulmões, até a última batida do coração.

Quando falo de atrofia, não falo da perda de massa ou de neurônios por distúrbios fisiológicos, mas pelo mal ou pouco uso. A rotina contribui significativamente para isso.

Assim, ler, estudar e ouvir música, exercitar a lógica, aprender idiomas, falar em público, escrever, pintar, experimentar novos sabores, respirar novos ares, contemplar a natureza, realizar exercícios físicos, são exemplos de como estimular e desenvolver a capacidade cerebral. Você precisa mudar, adaptar-se, inovar. Isto não precisa ser uma busca excessiva, mas deve ocorrer de forma natural.

Você não é obrigado a fazer nada disso, mas se não o fizer, talvez você se torne uma daquelas pessoas que não percebe o sabor dos alimentos, a beleza de uma flor, a intensidade de um perfume, a perfeição das formas, a doçura de uma melodia, a alegria contagiante despertada por uma boa gargalhada. Quem sabe também se torne insensível a dor de um menos favorecido, ao odor do lixo despejado nas ruas, a falta de simetria dos barracos miseráveis daqueles marginalizados pela sociedade, por exemplo.

Alguns podem dizer que conseguem experimentar tudo isto sendo multitelares, sem experimentar a luz do Sol, a brisa que sopra ou as gotas da chuva. Não se engane, mexa-se! Interaja com outras pessoas fisicamente, olho-no-olho. Sinta o calor de um abraço, conheça pessoas novas.

Estimule seu cérebro. Você provavelmente não será um ser superdotado, mas com certeza terá a opção de tornar-se uma pessoa melhor.

Adnelson Borges de Campos
Últimos posts por Adnelson Borges de Campos (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Será o fim das livrarias físicas?
A gula por informações
Abismo