Artigo de Opinião

O machismo afeta os homens?

Na semana passada, a coluna do leitor retratou um dos temas com que eu mais gosto de debater e apresentar o verdadeiro significado para as pessoas. O feminismo na maioria das vezes é confundido como a superioridade de mulheres com os homens. Mas como isso foi muito bem explicado na última edição, quero comentar um pouco sobre como o machismo prejudica o agir e o pensar de muitos homens (sem generalizar).

Somos criados em uma sociedade onde o homem é visto como provedor e responsável por muitas questões que fazem estabelecer como fixo, o pensamento de que homem precisa se encarregar de todas as responsabilidades familiares e de cortesia. “Homem precisa pagar a conta do restaurante, homem precisa pagar as contas da casa, homem precisa ganhar mais que mulher…” e por aí vai. Dessa forma, acaba tornando uma cobrança do homem com ele mesmo, forçando uma necessidade de comprovar que ele é capaz a todo momento.

Isso determina uma regra ilusória, prejudicando algo que não precisa ser seguido a fio. Precisamos desmistificar e principalmente conversar mais sobre essas ações pois, é da união de pensamentos e dialogando que chegamos em um consenso que fará da suposta “obrigação” algo complementar na vida a dois.

Gentilezas são necessárias, mas isso precisa ser variado e menos cobrado. Não é por que ela ajudou nas contas que você irá se tornar menos homem. Precisamos nos acostumar que somos iguais na realização de tudo, possuímos a mesma capacidade e principalmente, precisamos olhar com os mesmos olhos as dificuldades que enfrentamos no cotidiano, e fazer da ajuda mútua uma forma a ser seguida. Somos uma equidade.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Texto para o futuro
Xisto e erva-mate? Aqui também é terra das pessoas de bem!
Novas experiências e a metamorfose pessoal