Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

O maior símbolo de São Mateus do Sul completa 50 anos

Há quase 50 anos convivemos com a linda imagem do nosso reservatório de água que carinhosamente chamamos de “Cuia”. É local certo para a foto de turismo, cartão postal das belezas do município, enfim… a “Cuia” é o nosso patrimônio cultural local. O valor simbólico que atribuímos a determinados objetos é devido à importância que lhe damos através da memória coletiva. É esta memória que nos motiva a desvendar o seu significado histórico-social, refazendo o passado em relação ao presente. E o que nos diz o passado dessa edificação urbana de São Mateus do Sul?

Nos diz que ela foi construída pelo poder público através da empresa CESBE S/A-Engenharia e Empreendimentos para a SANEPAR, dentro do sistema de abastecimento de água da cidade de São Mateus do Sul. O conjunto da obra compõe-se de uma casa de bombas, um reservatório enterrado com capacidade para 1.250 metros cúbicos de água e um reservatório elevado com capacidade de 160 metros cúbicos e 23 metros de altura.

O reservatório elevado tem o formato de uma cuia de chimarrão e é uma representação da cultura local em relação à erva-mate. Foi projetado pelo engenheiro Gehard Leo Linzmeyer, que estudou na infância pintura e desenho com o filho de Alfredo Andersen e também Arquitetura na Alemanha. Tanto talento não passou despercebido na obra que idealizou e projetou. Há nela, muita arte. Conhecer o sentido de sua construção histórica serve para apreendermos seu significado simbólico. Esse reservatório elevado tem por finalidade abastecer de água a parte alta da cidade como nos contou seu Irio Janowski de quem o pai foi mestre de obras nesse grande empreendimento.

As edificações dos conjuntos urbanos podem ser consideradas como turismo e patrimônio cultural. Em nosso caso, o monumento está ligado ao conceito de identidade regional, no que diz respeito à produção de Erva-Mate. Construída na gestão do prefeito José Zampier Filho (1964-1969) e inaugurada em 1968, a “Cuia” é uma edificação imponente e monumental. Monumento histórico. Daí a indagação: Mas afinal, o que são monumentos? A própria origem da palavra nos remete a uma lembrança, um momento. Um momento para a “Cuia”.

Os monumentos históricos são símbolos que se quer perpetuar. Por isso em 2001, através de uma consulta pública, a “Cuia” foi eleita o símbolo da cidade. Para a população de São Mateus do Sul, a “Cuia”, esse monumento histórico, é a materialização da memória coletiva porque nosso município sempre foi considerado grande produtor de erva-mate e continua sendo até os dias de hoje. É Patrimônio Cultural porque nos foi legado por nossos antepassados e representa a cultura local de uma das nossas maiores riquezas.

Texto escrito pela professora Hilda Jocele Digner Dalcomuni

Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: