Histórias de Terra e Céu

O mês da Lua!

Imagem Ilustrativa

Quem olhou para a Lua no final do mês de agosto se impressionou com seu tamanho e beleza. E a boa notícia é que o show lunar está apenas começando. Durante o mês de setembro nosso satélite vai “brincar” no céu noturno, com conjunções e ocultações, até o fechar o mês de forma inesquecível.

A “festa” começará no dia quatro de setembro, quando a Lua estará próxima ao aglomerado das Plêiades. Trata-se de um aglomerado aberto de estrelas, visível a olho nu, que fica na constelação do Touro. As Plêiades estarão à esquerda e abaixo da lua, e este encontro poderá ser visualizado após a meia noite (de quinta para sexta). Se você olhar o céu do dia quatro, verá que próximo às Plêiades há uma estrela brilhante. Seu nome é Aldebaran, o olho alaranjado do Touro. Mas se você olhar o céu novamente perto da meia-noite do dia seguinte, voltará a ver as Plêiades, a Lua, mas Aldebaran terá sumido (!?!?!). Não se assuste… Nosso satélite estará ocultando Aldebaran, que sairá de trás da Lua perto da 01h30min da madrugada (de sexta para sábado).

No dia sete a Lua visitará a constelação de Gêmeos, ficando à esquerda da estrela Alhena (você precisará de um céu bem escuro para ver este encontro, pois o brilho de Alhena não é tão destacado). Neste período a Lua estará na fase minguante, rumando para se tornar Lua nova (quando não é visível no céu), mas antes desta saída de cena, nosso satélite fará um encontro com Vênus no dia 10, às 04h45min. Você deve olhar para o horizonte Este-Noroeste, um pouco acima do local onde o Sol irá nascer.

Cinco dias depois a Lua retornará, agora rumando para a fase crescente e visível ao entardecer. Neste dia 15 de setembro ela será visível no horizonte Oeste, bem baixa no céu, e formando um triângulo com o planeta Mercúrio e a estrela Spica (a mais brilhante da constelação da Virgem). Nos dias seguintes ela dará adeus à Virgem e irá para a constelação da Libra. No dia 17 ela ficará à direita da estrela Zubenelgenubi (a mais brilhante da Libra). No dia 18 a Lua ficará um pouco abaixo de Saturno, num lindo encontro entre os dois mais belos astros do céu. No dia 19 ela se colocará próxima de Antares (a mais brilhante do Escorpião). Mas se tudo o que falei até aqui já nos faria olhar para a Lua, posso afirmar que o melhor ficou para o final!

No dia 27 de setembro a Lua atingirá a fase cheia, praticamente no mesmo momento em que ela estará no perigeu (ponto da órbita em que ela fica mais próxima da Terra). Isso vai nos dar uma ideia de uma Lua gigante (ainda maior do que a do final de agosto). E para completar o espetáculo, nesta mesma noite ocorrerá um espetacular eclipse lunar visível em todo Brasil. E ainda por cima será num domingo, ou seja, tudo prometendo uma grande noite de observação.

Ufa!!! Chega de Lua em setembro? Não! No dia 28 ela ainda ocultará o planeta Urano, que reaparecerá perto das 21h. Aí sim, o mês da Lua estará completo!

Até a próxima semana e céus limpos para todos nós!

Gerson Cesar Souza
Últimos posts por Gerson Cesar Souza (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
O Mês dos Eclipses
Um dia diferente em um mês diferente
Os Justen e o Hino perdido