Administração e Negócios

O minério de ferro e a informação

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Uma ótima maneira de buscarmos novas perspectivas para novos entendimentos, é por meio da comparação de diferentes situações buscando compreender o que elas têm em comum.

Com base neste raciocínio, qual a semelhança entre o minério de ferro e a informação? Acreditem, têm tudo a ver com a maneira que encaramos o processo empresarial e de negócios.

Antigamente os produtos eram construídos de forma artesanal, onde o artesão era dono de tudo e dominava todo o processo produtivo. Ao avançar no tempo, o processo artesanal passou a ser substituído pela manufatura, onde em grandes oficinas, vários artesões trabalhavam de forma conjunta sob o controle do dono. Avançando ainda mais, as oficinas receberam máquinas industriais, onde os artesãos tornaram-se operários, pois agora estavam submetidos ao ritmo das máquinas. Isso caracterizou o início do processo de industrialização que ficou mundialmente conhecido como Revolução Industrial. Este acontecimento permitiu o crescimento das fontes de energia elétrica, o uso do petróleo, a criação dos primeiros motores, locomotivas e barcos a vapor e o avanço dos meios de comunicação, como o telégrafo, o rádio e o cinema.

Mas para que todo este processo fosse possível, um ingrediente, ou melhor, uma matéria-prima teve extrema importância. O minério de ferro. Submetido a um processo de transformação e geração de valor, ele deu origem ao aço, um material que permitiu avanços de toda a ordem em todo o mundo.

Em seguida, entramos em um período conhecido como a era de informação, onde a tecnologia e o surgimento de recursos digitais, microprocessador, rede de computadores e fibras óticas, permitiram a facilidade de gerar e distribuir informações. E quando surge a internet, pronto, chegamos no auge deste processo.

A facilidade, a constância, o volume, e a diversidade de informações que chegam até nós, sinalizam para a necessidade de nova transformação. Entramos então, na era do conhecimento. É lógico que um processo de transformação de dados somado a uma base de entendimento, permitiu que as informações fossem geradas e disponibilizadas por algum meio até nós. A questão é, o que fazer com as informações que recebemos a todo momento?

Neste contexto, os livros, revistas, redes sociais e sites com enorme variedade de conteúdo, atuam como fontes de informação, fornecendo-as apenas em estado de matéria-prima.

Assim como o minério de ferro que foi transformado para dar origem ao aço, a informação, vista agora como matéria-prima moderna, precisa ser transformada em conhecimento, que será o produto capaz de balizar o processo de evolução.

Selecionar as informações, processa-las, entende-las e compreende-las é o processo básico a qual devemos submete-las para gerar conhecimento. Enquanto isso não ocorrer, o minério de ferro e a informação continuarão com a semelhança de serem simplesmente matérias-primas.

Nos encontramos na próxima edição! Bons Negócios.

Últimos posts por Eleandro Soares (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Alianças estratégicas
Finanças em dia nas épocas de crise
Gestão sustentável nas empresas