Histórias de Terra e Céu

O pontapé inicial do futebol em São Mateus do Sul


No começo do século passado, São Mateus do Sul florescia como cidade, ao mesmo tempo que os recursos da erva-mate e da navegação melhoravam a qualidade de vida dos moradores, que já não queriam apenas ter suas casinhas e sobreviver de maneira bucólica. Formas de lazer apareceram como um dos anseios da juventude, em especial o futebol. Embarque comigo nesta história!

Na tentativa de promover a prática de esportes em São Mateus, os moradores rapidamente começaram a se organizar em associações. Em maio de 1908, Evaldo Tomaczewski criou um clube de “jogo de bolas”, que contava com 12 sócios. Neste período o futebol ainda engatinhava no Paraná. Na capital do estado seria fundado o Coritiba F.C., em outubro de 1909. Três anos depois nasceria o Operário de Ponta Grossa.

Só que, mesmo com algumas iniciativas de “jogar bola” em São Mateus, não havia um time de futebol formado. Mas no ano de 1916 isso mudaria. As famílias Wolff e Amaral eram entusiastas das práticas de esporte. Naquele mesmo ano fundariam um rinque de patinação na cidade (de propriedade de João do Amaral Wolf e João Casemiro Domanski). Mas a patinação atraía mais as moças do que os rapazes. Os garotos queriam mesmo o “foot ball”, aquele novo esporte que se tornava febre no país. E a coisa ficou facilitada quando se juntou ao grupo um membro da família Samways, vinda de Liverpool, na Inglaterra, país que havia inventado o esporte.

Após juntar vários amigos, Hilmo Wolff e Olívio Wolff do Amaral fundaram em 19 de março de 1916 o primeiro time de futebol de nossa cidade: o NICHTEROY FOOT BALL CLUB. O uniforme para o time foi comprado no Rio de Janeiro, e o Nichteroy ostentava o verde e o branco como suas cores.

A primeira diretoria do clube foi eleita no começo do mês de abril, tendo como 1º e 2º secretários Manoel da Silva Santos e Ricardo Moechel, como tesoureiro Thales Correa, como diretor esportivo Ray Samways e como “guarda esporte” Manoel Vicente Meirelles. O presidente escolhido foi Hilmo da Cruz Wolff (filho de Rodolpho Wolff, o fundador da cidade). O vice-presidente eleito foi Olívio Wolff do Amaral, que alguns anos depois se tornaria prefeito, muito lembrado pela cidade com nomes de rua, escola e, mais recentemente, do ginásio municipal, o Polacão, cujo nome oficial é “Ginásio Olívio Wolff do Amaral”.

Infelizmente não consegui encontrar a escalação do Nictheroy. Sei apenas que seu primeiro capitão se chamava Modesto Bassan. O jornal A República, de Curitiba, ao falar da prática do futebol no Nictheroy, dizia: “O esporte tem se desenvolvido extraordinariamente, reinando grande animação entre os sócios (…). O campo destinado aos exercícios acha-se devidamente aparelhado, tendo havido constantes exercícios”.

Se você tiver qualquer informação extra sobre este primeiro time de futebol de nossa cidade, divulgue! Imagine que legal seria resgatar o escudo do clube, ou encontrar a camisa, ou descrição de algum jogo com a escalação do “alvi-verde” são-mateuense, fundado há cem anos.

Até a próxima semana e céus limpos para todos nós!

Gerson Cesar Souza
Últimos posts por Gerson Cesar Souza (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Ucranianos, Polacos e os Marimbondos de Fogo
Há 120 anos, a primeira exportação de erva-mate
Os estudantes e a cerveja…