A Rua do Mate iniciou as obras no dia 5 de dezembro de 2018. No momento está sendo realizada a locação da obra e o aterro para nivelar o espaço. (Foto: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

A Rua Coberta – ou Rua do Mate como é popularmente conhecida –, está ganhando forma. Para quem passa diariamente pela praça que está em processo de construção, nota as modificações feitas. Os quiosques e o calçamento do antigo local já foram retirados.

Segundo a assessoria da Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul, no momento está sendo realizada a locação da obra e o aterro para nivelar o espaço. Em seguida será feito a drenagem e depois a fundação para receber as estruturas que estão no projeto, iniciado no dia 5 de dezembro de 2018 e que tem um prazo de 300 dias para sua finalização – contando desde o início.

O tráfego de veículos que passavam pelo local foi bloqueado por questões de segurança. A obra está sendo realizada pela empresa são-mateuense Flama Construções e Serviços Ltda., que é responsável por toda a construção do projeto idealizado pelo Conselho do Jovem Empresário (CONJOVE) – ligado a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul (ACIASMS) –, e formados e formandos dos cursos de engenharia civil e arquitetura do Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv). A obra também está sendo realizada pela Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul.


A obra

Segundo Caciano Caca Souza, um dos idealizadores da Rua Coberta e presidente do CONJOVE durante a elaboração do projeto, uma das principais missões do novo espaço é proporcionar aos moradores algo de bem comum para a sociedade. “Tínhamos a prioridade de dar uma identidade para a cidade e vimos que a erva-mate está presente desde antes da fundação de São Mateus do Sul. Queríamos um local que valorizasse isso”, explica.

O empresário acredita que a construção da Rua Coberta vai potencializar a área cultural, comercial e turística do município, pois será uma estrutura que portará diversos tipos de atividades, logo que o município está localizado em um ponto estratégico do estado, perto dos grandes centros. “Muitas pessoas procuram atividades diferenciadas nos fins de semana, e queremos que São Mateus do Sul faça parte da rota de visitas de turistas”, diz.

A obra também visa se tornar referência para toda região, pois contará com áreas para shows, feiras e praças de alimentação. O projeto prevê a reestruturação por completo do trecho que compreende a Avenida Ozy Mendonça de Lima, esquina com as ruas 21 de Setembro e Paulino Vaz da Silva terá um total de 3.284,05 m² de área e 1.315,90 m² de área coberta.

Redação

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Instituto Histórico comemora dois anos com posse das primeiras cadeiras
Grupo de Jovens promove feijoada para auxiliar moradora de São Mateus do Sul em cirurgia
SIX busca gerar cerca de 800 empregos em São Mateus do Sul